terça-feira, 10 de outubro de 2017

O pombal da rua Barão do Rio Branco

A recuperação do prédio do antigo Hotel Rio Branco é uma obra que se arrasta há anos, na rua Barão do Rio Branco, no chamado Centro Histórico da Laguna, tombado desde 1985.

Depois de muitas reclamações de moradores e comerciantes do entorno, o tapume da obra foi apenas recuado, liberando o trecho da rua para o trânsito de veículos. Sem calçada para os pedestres. Cadê a tal de mobilidade urbana tão pregada pelos arautos arquitetônicos?
A cobertura com telhas da edificação foi realizada nos primeiros meses deste ano e logo em seguida novamente as obras pararam. Há meses não se vê nenhuma movimentação de operários no local.

É caso inclusive para atuação da Vigilância Sanitária, já que, com todas as janelas abertas, os pombos e seus cocôs fazem a festa lá dentro. Verdadeira ameaça à saúde pública. E nenhuma autoridade diz nada, ninguém fala nada. Que providências foram tomadas?

Agora leitor, vai um de nós fazer uma pequena obra na casa da gente, vai fechar a calçada para ver se logo não vem a fiscalização da prefeitura em cima.

Não é o caso de notificar os proprietários daquele prédio? De lavrar multas? De exigir cumprimentos de prazos, através de um cronograma fiscalizado pela secretaria de Planejamento? Cadê o cumprimento do Código de Posturas?

8 comentários:

  1. Vergonha. Cadê o iphan? José de Abreu

    ResponderExcluir
  2. So para pobres e com o cidadão de bem!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Logo vão vir com mimimi, um jogando a culpa no outro. Capaz do prefeito dizer que a culpa é do VV. Ou dos que não pagam IPTU. HELIO SILVA FLORIANÓPOLIS.

    ResponderExcluir
  4. Mercado público agora este hotel mais uns dez anos o centro histórico vai ser só tapumes,já tem outro prédio atras da antiga CEF que já está indo pro mesmo caminho.
    JORGE EDU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, o prédio atrás da antiga CEF é a Casa Candemil, onde funciona o Arquivo Público. FECHADO. Todos os documentos, jornais, processos da Comarca, estão lá, se deteriorando a espera de um processo de higienização e escaneamento que nunca vem. O prédio está abandonado, aguardando verba para sua recuperação. Aliás, a casa é onde nasceu o atual prefeito.

      Excluir
  5. O prédio deve ser de algum bacana, porque imóvel da plebe a fiscalização do IPHAN não para de fiscalizar e multar.

    ResponderExcluir
  6. Bem falou o Hélio lá em cima. Capaz do prefeito culpar os que não pagam iptu pelo problema. É só o que faz agora. Pra todos os males os culpados são esses. Não é ele nem ninguém da sua tropa nem a quantidade de cargos. Decepção com meu voto. Edison de Jesus.

    ResponderExcluir
  7. Vergonha para o património histórico. Márcio Andrade

    ResponderExcluir