segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Elvis nos céus da Laguna

Repórter fotográfico Elvis Palma parece que tem um bicho-carpinteiro, como se dizia antigamente. O homem não para um minuto. Corre toda a cidade desde manhã cedo registrando os mais variados eventos e mostrando os problemas que a população enfrenta no dia-a-dia, pedindo providências às autoridades.
Pois nesta segunda-feira (31), não contente em fotografar aqui embaixo, Elvis subiu aos céus e, corajoso, de carona num parapente fez dezenas de fotos das belezas da nossa Laguna vistas lá de cima. Mas diz que  também registrou alguns problemas lá do alto, para não fugir à praxe.



Homenagem merecida na São Silvelho

Na 20ª Corrida de São Silvelho realizada no último sábado (29), o comerciante grego, lagunense de coração, Efstathios Anastasiadis, morador da Laguna, um dos primeiros campeões da São Silvelho, tendo participado de várias de suas edições, foi homenageado com um troféu pelos organizadores.
Merecidamente.
Seu Estácio Anastasiadis, aqui com o filho Jorge.
Seu Estácio comemora a homenagem, sendo bastante aplaudido pelo público presente.
Ao fundo a secretária de Educação e Esportes da Laguna, Karmensita Almeida da Rocha Cardoso aplaude à justa homenagem.
 “Seu Estácio” com a esposa dª Sumela vieram para Laguna na década de 70 e aqui montaram na principal rua do nosso comércio, a Gustavo Richard, a lanchonete King’s que funcionou ininterruptamente durante 37 anos, encerrando suas atividades em 2010.
O casal, juntamente com seus filhos, tornou-se parte da cidade e muito conhecido e querido pela sociedade lagunense, participando de eventos esportivos e sociais. 
Seu Estácio, hoje com problemas de locomoção, em 15 de março de 2019 aniversaria seus 93 anos.

sábado, 29 de dezembro de 2018

Várias cidades no réveillon adotam fogos com menos estampidos

Réveillon da Avenida Paulista terá fogos com menos barulho, assim como vai acontecer em Balneário Camboriú, Florianópolis, Curitiba, Poços de Caldas e Três Pontas, em Minas Gerais e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.
Aqui na Laguna, o projeto da vereadora Nádia Tasso Lima (PMDB), que previa queima de fogos com menos estampidos foi aprovado em primeira votação e rejeitado em segunda.

Recebeu críticas nas redes sociais e por parte de alguns vereadores que afirmaram que fogos com menos barulho prejudicavam o turismo ou que quebravam uma tradição. Houve quem dissesse que Laguna caminhava na contramão, onde tudo era proibido. Sem falar nos xingamentos dos que aproveitam comentar em redes sociais para expelir seus recalques acumulados.

Pois bem, os exemplos de várias cidades pelo Brasil demonstram que será uma tendência daqui para frente.

Laguna, senhores, já poderia estar entre essas pioneiras cidades. Perdeu a oportunidade por falta de visão de alguns.
E vocês acham que o turismo será prejudicado nessas cidades citadas aí em cima, por causa da adoção dessa medida?
Pois muitos disseram que isso aconteceria na Laguna.
O que afasta qualquer turista é falta de infraestrutura, exploração nos preços, esgoto escorrendo nas praias e nas ruas. O que põe pra correr qualquer turista é improvisação, má gestão e desculpas esfarrapadas de péssimos gestores. 


Assinado decreto que cria Colégio Militar na Laguna

Governador Eduardo Pinho Moreira assinou o decreto 1.874 criando o núcleo do Colégio Militar da Laguna. Documento foi encaminhado para publicação na última edição do ano do Diário Oficial do Estado.
O Colégio funcionará nas instalações da tradicional Escola Jerônimo Coelho, que já se encontra em obras de reforma e ampliação.
O documento, que entra em vigor assim que for publicado, origina ainda a Rede de Ensino Policial Militar Feliciano Nunes Pires com os seguintes núcleos: Feliciano Nunes Pires (Florianópolis), Osvaldo Aranha (Joinville), Blumenau (Pedro II) e Lages (Melvin Jones).

Nesse sentido, a lei complementar ao decreto determina que as vagas das unidades dos Colégios Militares serão preenchidas por meio de processo seletivo, respeitada a proporção de 50% para dependentes de militares estaduais e 50% para o público em geral, considerando-se, para este cálculo, o número total de vagas disponíveis em todos os CPM. As vagas eventualmente não preenchidas por dependentes serão destinadas ao público.
Como ficará o Colégio Militar - Núcleo Jerônimo Coelho, da Laguna.
O comado da Polícia Militar de Santa Catarina esclareceu que, por motivos de prazos, não haverá a abertura de novas turmas no próximo ano. A corporação manteve a posição inicial e decidiu garantir apenas as rematrículas dos atuais alunos. Ou seja, os sextos anos do Ensino Fundamental e os primeiros anos do Ensino Médio não terão ingresso em 2019. 

Todo cuidado é pouco

O demônio também ouve nossas orações. Portanto, muito cuidado com elas!

Falecimento +

Cidade acordou mais triste nesta manhã de sábado, com a notícia da morte da professora de pedagogia Adriana Mendonça Padilha, aos 56 anos, uma apaixonada por nossa Laguna. Filha dos saudosos, Maria Alba e do meu eterno professor. Emidio Padilha. E mãe de Sarah e André.
Triste.
Adriana foi candidata a deputada federal (PSOL) em 2006 e a vereadora em 2008 (PMDB) e 2012 (PSD).

PS: Velório a partir das 18 20h na Casa Funerária Gomsan, capela mortuária São Paulo, avenida Colombo Machado Salles. Sepultamento amanhã (domingo), às 15h para o Cemitério da Cruz.

A culpa é do erro, má gestão ou o problema sempre é do outro?

Tem gestores por aí que são metidos a engraçadinhos ou nos acham uns tolos, uns amarelos da farinha, só pode.
Quando alguma coisa dá certo, foram eles que fizeram. Quando dá errado, é herança de governos anteriores.
É pracabar!

Fui ali mas já voltei!

sábado, 22 de dezembro de 2018

VII IN CONCERT NATALINO SOCIEDADE MUSICAL CARLOS GOMES


Dia: 22/12/2018 (Sábado)
Local: Centro Cultural Santo Antônio dos Anjos
Horas: 20h30
Ingresso: R$ 15,00
Uma parte arrecadada será doada para entidades carentes.

Passagem de comandos na Polícia Militar

Na próxima quinta-feira (27) assume o comando do 28º Batalhão de Polícia Militar da Laguna, o major PM Rogério Piovesano Bartolamei.
O atual comandante, tenente-coronel PM Jefer Francisco Fernandes, assume o comando da 8ª Região da Polícia Militar, sediada em Tubarão, no lugar do coronel PM João Carlos Neves Júnior.
As solenidades de passagem de comando acontecem na sede do 28º Batalhão de Polícia Militar da Laguna, no bairro Mar Grosso, às 9h30.

Tenente-coronel PM Jefer Francisco Fernandes
Tenente-coronel Jefer Francisco Fernandes. Foto: Elvis Palma
O tenente-coronel Jefer Francisco Fernandes tem 49 anos e nasceu em Florianópolis. Estudou no Colégio Militar Feliciano Nunes Pires, no bairro Trindade, da capital, entre 1984 e 1986.
 Em 1988, prestou vestibular para o curso de oficiais da Polícia Militar, no qual foi aprovado. Ingressou como aluno.
Fez os cursos civis de nível superior de Formação de Oficiais da Polícia Militar de SC (Academia da Polícia Militar), em 1992, de Direito, pela Unisul, em 2004 e Especialização latu-Senso em Administração de Segurança Pública, em 2009.
É casado com a lagunense Elizabeth Pavanati Fernandes e tem uma filha, Izadora Pavanati Fernandes, 21 anos. Já comandou a unidade da Polícia Militar em Capivari de Baixo, em 2005.
De 2007 a 2014 esteve à frente da Polícia Ambiental da Laguna e desde 2014 comanda o 28º Batalhão de Polícia Militar de nossa cidade.

Major Rogério Piovesano Bartolamei
Major Rogério Piovesano Bartolamei.
Foto: cabo Cristiano Cesaro de Oliveira/PM
O major Bartolamei ingressou na Polícia Militar no ano de 1997, concluindo o Curso de Formação de Oficiais em 2000.
Graduado no Curso de Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), em 2003. É Especialista em Direito Constitucional pela Universidade Anhanguera-Uniderp, 2011 e em administração de Segurança Pública pela Faculdade Ação, 2013. Atuou como instrutor nos Cursos de Formação de Soldados no 5º Batalhão de Polícia Militar (Tubarão/SC) nos anos de 2006, 2008 e 2013.
O oficial já exerceu função de comandante da Polícia Militar de Imbituba e Capivari de Baixo, e também trabalhou no 5º Batalhão de Polícia Militar e na 8ª Região de Polícia Militar (RPM), ambos sediados em Tubarão.
Desde 2014 exerce suas funções no 28º Batalhão de Polícia Militar da Laguna.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Almoço de confraternização da Escola Comendador Rocha

Direção e professores da Escola de Educação Básica Comendador Rocha reuniram-se nesta sexta-feira (21) para um almoço de confraternização, após um exaustivo ano letivo, de muito trabalho e realizações.
O diretor do tradicional Estabelecimento Escolar estadual de nosso município, Norberto Pedro de Amorim e o assessor de direção Joel dos Reis, agradeceram a presença dos valorosos profissionais de ensino, desejando a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações, com muita saúde.




quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Feliz Natal!

Aos leitores amigos deste Blog, e suas famílias, desejo um Feliz Natal, com muita saúde e bênçãos. 

E que não nos esqueçamos do aniversariante, razão de tudo.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Conjunto Ases da Melodia

 Dos arquivos de Carlos Araújo Horn. Década de 50. Conjunto de harmônicas "Ases da Melodia".

Da esquerda para a direita, em pé: Francisco Pfeil Stiker, Cláudio Rodrigues de Araújo Horn e Vergis Araújo Duarte.
No mesmo sentido, abaixo: Erwin Rubi Peressoni Teixeira, Tito Lívio Baião e Newton Vaz.
Bons e musicais tempos.

sábado, 1 de dezembro de 2018

Nova diretoria da CDL Laguna foi aclamada

Foi aclamada na tarde da última quarta-feira (28), em assembleia geral ordinária, a nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da Laguna.
Alguns membros da nova diretoria do CDL. Foto: Divulgação/CDL
A chapa aclamada, e inscrita depois de duas prorrogações de prazo, é composta pelos seguintes empresários:

Presidente: Luciano Limas Figueiredo (Ak’s Jeans)
Vice-presidente: Samir Ahmad (Ki Lojão)
Diretor financeiro: Isaías Viana (Lapa)
Diretor de SPC: Aílson Masieiro (A Soberana)
Diretor secretário: José Rosênio (Correta’s)
1º Conselho fiscal: Damianos Andreadis (Eletrolar)
2º Conselho fiscal: Same Omar Mohammad (Rainha Esportes)
3º Conselho fiscal: Jane Vieira (Atlântico Sul)
Suplente Cons. fiscal: Natanael Wisintainer (Casa Nova)

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Os padres lagunenses

Trago aqui, uma relação de padres nascidos na Laguna ao longo de sua história.
Vejamos:

O primeiro
O primeiro foi o sacerdote Antônio Nunes Barreto, mais tarde elevado a Cônego em 1832. Em 1856, como vigário visitador, abençoou a primeira capela de Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Araranguá.

O segundo
Padre Manoel João Luiz da Silva.
Em seguida, o padre Manoel João Luiz da Silva, nascido em nossa cidade em 19 de dezembro de 1827 e que paroquiou Laguna durante 57 anos (1854 a 1911), tendo sido ordenado padre em 5 de agosto de 1854. (Ver post neste blog aqui).

O terceiro
O terceiro foi o padre Pedro da Silva, durante muitos anos vigário de Vila Nova e Mirim.

O quarto
O quarto padre foi Júlio Carlos de Oliveira, vigário em Tubarão e Araranguá. Em 1872 era vigário nesta última cidade, quando chegou vinda do Rio de Janeiro, a Imagem de Nossa Senhora Mãe dos Homens.
Os padres Antônio Nunes Barreto (o 1º) e Júlio de Oliveira  (o 2º) nasceram na Rua do Fogo (Voluntário Fermiano, no centro da Laguna), conforme Saul Ulysséa.

O quinto 
Padre Walmor Martins de Castro.
O quinto foi o padre Walmor Martins de Castro, nascido em nossa cidade em 16 de março de 1914, filho de Salomão André de Castro e Armanda Martins de Castro.
Post sobre ele aqui.

O sexto 
Padre Itamar Luiz da Costa.
O sexto sacerdote nascido em nossa cidade foi o padre "doutor" Itamar Luiz da Costa, nascido - e lá batizado - na localidade de Laranjeiras, em 23 de julho de 1921, filho de Luiz Eduardo Costa e Dolvina Lucinda Costa.
Conforme o Blog do padre José Artulino Bensen, Costa ingressou no Seminário de Azambuja em Brusque e depois nos cursos de teologia e filosofia em São Leopoldo (RS).
Em 1945 foi para a Itália, estudar em Roma. Sua ordenação, aos 25 anos, aconteceu em 21 de dezembro de 1946, na Basílica São João de Latão, na Itália. Retornou ao Brasil em 1948 e assumiu como vigário ecônomo da catedral de Florianópolis. De 1949 a 1957 foi pároco de São João Batista de Imaruí e coadjutor de Senhor Bom Jesus de Pescaria Brava.
Em janeiro de 1957 assumiu a paróquia, recém-criada, Nossa Senhora da Conceição, em Imbituba.
Faleceu em 3 de abril de 1970. Foi sepultado em Laranjeiras e em 30 de novembro de 2008 seus restos mortais foram transferidos para Imbituba, onde foi criado um memorial que leva seu nome. É nome de ruas em Imaruí, Tubarão e Imbituba. Nesta última cidade também foi homenageado com nome de uma escola básica municipal.
Para ler mais sobre este padre, clique aqui 

O sétimo
Foto: Paróquia de Criciúma.
Padre Carlos Wecki nasceu em Ribeirão Pequeno, na Laguna, em 20 de novembro de 1933, numa família de 16 irmãos.
Filho de Ana Figueiredo e José Silvestre Wecki.
Aos 13 anos, órfão de mãe, ingressou no Seminário de São Ludgero, depois foi para o de Azambuja (Brusque) e para o Seminário de Viamão (RS), onde concluiu seus estudos e recebeu o subdiaconato e o diaconato.
Dom Anselmo Pietrulla conferiu-lhe o sacerdócio em cerimônia acontecida em 14 de julho de 1963, na igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos da Laguna.
Logo após, concluiu o curso de Teologia, em Viamão, para onde retornou.
Atendia as paróquias de Porto Alegre e cidades vizinhas.
Em 1964, Dom Anselmo o enviou para Criciúma, onde padre Wecki iniciou sua missão na Paróquia Santa Bárbara.
Depois assumiu como auxiliar e depois pároco na Paróquia Nossa Senhora da Natividade, em Cocal do Sul. Trabalhou também por dois anos na Paróquia de São José, em Criciúma.
Em 50 anos de sacerdócio, completados em 2013, padre Wecki já havia servidos em 16 paróquias.
Algumas delas lhe marcaram profundamente, como as comunidades de Rio Maina, Cidade Mineira e Cabeçuda, em nossa cidade.
Vigário paroquial por dez anos, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga.
Assumiu em 11 de fevereiro de 2017 a Paróquia de São Roque, em Morro da Fumaça.

Completou 85 anos de vida em 20 de novembro último, tendo sido homenageado, há alguns anos, como patrono de um estabelecimento escolar em Criciúma.

O oitavo

Padre Pedro de Oliveira/Foto/Divulgação Portal Diocese de Tubarão.

Padre Pedro de Oliveira nasceu em Parobé, Laguna, em 22 de dezembro de 1968.
Cursou o Ensino Fundamental, 1ª a 4ª séries na Escola Reunida Índio Guimarães, naquela localidade, de 1976 a 1979. Da 5ª a 8ª Séries na Escola Básica Gregório Manoel de Bem, em Ribeirão Pequeno, de 1980 a 1985.
De 1986 a 1988 cursou o Ensino Médio (Magistério de 1ª a 4ª séries) no então Conjunto Educacional Almirante Lamego (CEAL).
No Colégio Comercial Lagunense (CCL), de 1990 a 1992 fez o curso Técnico em Contabilidade. De 1995 a 1997 graduou-se em Filosofia pela Unisul e depois, de 1998 a 2001, em Teologia pelo Instituto Teológico de Santa Catarina, em Florianópolis.
Sua ordenação presbiteral com grande número de fiéis, foi realizada em 16 de agosto de 2003, na igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Cabeçuda e teve como Bispo Ordenante Dom Hilário Moser.
No mesmo ano, 2003, assumiu como vigário paroquial da matriz Santo Antônio dos Anjos da Laguna onde ficou até 2004. Deste ano até 2013, foi pároco da igreja Nossa Senhora do Bom Parto, em Sangão, no sul do estado.

Em 18 de maio de 2013 foi ordenado diácono por Dom Hilário Moser, em cerimônia na Catedral Diocesana de Tubarão. Seu lema diaconal: “Avancem para águas mais profundas”.

Em 2014 assumiu a paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Nova Brasília, Imbituba, onde atende dezoito comunidades, sendo dez pertencentes ao município de Imaruí e oito a Imbituba.
Anualmente é um dos convidados para ser celebrante da missa novena da Festa de São Brás, padroeiro de Ribeirão Pequeno.


O nono 
Padre Itamar Faísca Nunes.
O nono é o atual vigário Paroquial padre Itamar Faísca Nunes, filho de Helena Faísca Nunes e Itamar Nunes.
Sua celebração eucarística aconteceu no Centro Cultural Santo Antônio dos Anjos, às 15h do dia 14 de agosto de 2004, um sábado e foi acompanhada por mais de mil católicos, 47 padres da Diocese, além de familiares e amigos. A ordenação foi presidida pelo bispo diocesano Dom Hilário Moser.
No domingo, 15, às 19h, igreja matriz igualmente ficou lotada para a primeira missa do novo sacerdote e após, um jantar de confraternização no Centro Cultural.
Padre Itamar assumiu suas funções primeiramente na paróquia de Imaruí.

 Depois foi pároco da igreja São Francisco de Assis, de Monte Castelo. Em 2014 foi transferido da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Humaitá, Tubarão,  para Laguna, conforme decisão em 16 de novembro de 2013, do Bispo Diocesano Dom João Francisco Salm. 

O décimo

O décimo e o mais recente é o Padre Thiago da Silva Tomas, nascido em 5 de fevereiro de 1983 na Laguna - SC. Foi ordenado diácono em 23 de setembro de 2012 no Santuário São Judas Tadeu, em Lages. Foi ordenado presbítero no dia 2 de fevereiro de 2013 na Igreja São José Operário, em Otacílio Costa/SC.
Atualmente exerce a função de Pároco da Paróquia São Cristóvão, em São Cristóvão do Sul e Ponte Alta do Norte e está na Coordenação Diocesana da Animação Bíblico-Catequética.
Fonte: Diocese de Lages

Com exceções do sexto e oitavo, todos eles receberam o sacramento de batismo no mesmo templo, a igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos. 
Padre Itamar Luiz da Costa, o sexto, recebeu sua ordenação sacerdotal na Itália e o décimo, Padre Thiago da Silva Tomas recebeu sua ordenação em Lages. Todos os outros o foram na Laguna realizando aqui seus primeiros ofícios religiosos. 

A buraqueira da Jerônimo Coelho

Trecho da rua Conselheiro Jerônimo Coelho, uma das principais vias do centro da cidade, tem de ser refeito (e bem feito) urgentemente. Está um caos. Os veículos ao transitarem por ali é um sacolejo só. Alguns motoristas para escaparem das crateras passam rente às calçadas. Um perigo.

O calçamento de paralelepípedos foi refeito há alguns meses, mas por conta de remendos do abre-e-fecha virou uma buraqueira. Além da poeira. Não adianta somente tapar o problema com pó de pedrisco.
Será que o secretário de obras ou o prefeito não passam por ali dirigindo seus possantes?

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

União Operária será reformada e revitalizada

O prédio da tradicional Sociedade União Operária terá sua estrutura revitalizada e ampliada. A obra de R$ 644.031,96 mil irá começar nas próximas semanas, com duração de 180 dias. Recursos do Iphan, dentro do PAC das Cidades Históricos. Projeto elaborado em 2017. Ordem de Serviço foi assinada na última sexta-feira (23).
Sociedade União Operária. Fotos: Divulgação PML
As obras constarão de reforma nos banheiros, telhados, paredes, pintura, cozinhas, cobertura entre salão e parte externa. A empresa responsável será a Magapavi.
A arquiteta responsável pelo Iphan da Laguna Ana Paula Citadin assina a Ordem de Serviço.
Com o restauro, a segurança e a preservação estão asseguradas por um bom tempo. "Com a cozinha, o clube poderá promover eventos e recursos para manter a manutenção do prédio", salientou Ana Paula Citadin, arquiteta responsável pelo escritório do Iphan da Laguna.

Um pouco de história
A Sociedade União Operária foi fundada a 9 de fevereiro de 1903. De acordo com o professor e escritor Ruben Ulysséa, “Foram seus iniciadores os srs. Manuel Leocádio e Bonifácio Alves que convocaram os sócios fundadores para uma reunião na oficina do sr. José Cravo. A sua primeira diretoria ficou assim composta:
Presidente: João Augusto de Carvalho; vice-presidente: Bonifácio Soares; 1º secretário: Adolfo Campos; 2º secretário: José Honorato Alano; tesoureiro: Sizino Machado; 1º procurador: Vitor Modesto; 2º procurador: Francisco Alves; 1º fiscal: Bonifácio Alves; 2º fiscal: Antão Veríssimo, e bibliotecário: Lucas Viana”.

 A sede atual da União Operária, em estilo eclético, foi adquirida em 1921(era anteriormente um hotel) e está localizada na rua Santo Antônio, esquina com a rua Tenente Bessa. O atual presidente desta Sociedade é Geraldo Viana.

84 anos de amor e muita determinação

Aniversariou ontem, domingo (25), seus 84 anos de vida, dª Lenir Maria David dos Reis, ao lado dos filhos, netos e bisnetos. Viúva do saudoso Almiro Pacheco dos Reis, funcionário do porto, jogador do Barriga Verde F.C., além de presidente da Sociedade União Operária e carnavalesco da Escola de Samba Brinca Quem Pode e depois de Os Democratas.
Dª Lenir. Foto de: Ambrosina Pacheco dos Reis.
Moradora mais antiga do Largo do Rosário, no centro Histórico da Laguna, dª Lenir é exemplo da verdadeira mulher batalhadora, determinada, mãe, avó e bisavó, sempre enfrentando com coragem e muito amor no coração todos os percalços que a vida oferece. E demonstrando gestos de conforto e fé a quem necessita de uma palavra amiga.
Mãe de meus amigos de infância e juventude, Jorge, Arlindo, Jair, Ambrosina, Mirinho e Ivonete. Muitas histórias e lembranças passadas naquela praça do Rosário, hoje Jerônimo Coelho.

Desejo as maiores bênçãos de Deus e muita saúde a dª Lenir por essa data.


Turismo assim?

Três enormes grupos de turistas agora à tarde, segunda-feira, passeando pelas ruas da cidade. Cerca de 100 pessoas.
Igreja matriz fechada, Casa de Anita fechada (em reforma) e Museu Anita Garibaldi fechado (não abre às segundas-feiras). Sem falar do mercado também fechado. E por pouco não pegam a Carioca também fechada.
Assim fica muito difícil fazer turismo na Laguna.

Momentos do lançamento da Coletânea Literária

Alguns momentos na noite do último sábado, nas dependências do Ravena Cassino Hotel, do lançamento da Coletânea Literária “Mentes de Vários Tons”, pela Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina - Seccional da Laguna.
Cobertura fotográfica de Elvis Palma:




















sábado, 24 de novembro de 2018

Carioca é reaberta: água está apta para beber, diz laudo da Casan

Foi reaberta ontem à tarde (23) a Fonte da Carioca. Um boletim de análises físico-químicas e bacteriológicas da água foi realizado pela Casan que entregou os resultados ao prefeito Mauro Candemil, atestando que a água está própria para consumo.
Foto: Elvis Palma
Ao contrário do divulgado anteriormente pela própria prefeitura, da necessidade de contratação de uma empresa especializada, uma equipe coordenada pela Defesa Civil esteve ela própria limpando a instalação hidráulica que liga a vertente da água subterrânea até as torneiras da Fonte da Carioca. A Secretaria de Obras também esteve atuando no local.
Na quinta-feira, 22, técnicos da Casan estiveram na Fonte da Carioca recolhendo a água da vertente subterrânea das torneiras para exames laboratoriais.

"Totalmente apta para tomar"
De acordo com o gerente regional da Casan, Giovani Pickler, "o PH está dentro da portaria que exige 6.0, coliformes fecais e totais deu zero. Totalmente apta para tomar", afirmou ele que frisou a parceria da prefeitura da Casan para agilizar a liberação.
Foto: Divulgação/PML
A abertura das torneiras ocorreu com a presença da presidente da Fundação Lagunense do Meio Ambiente, Deise Diana Xavier, que assumiu o cargo esta semana no lugar de Patrick de Souza; presidente da Câmara de Vereadores, Cleosmar Fernandes; Antônio Silva, da Defesa Civil; secretário de Obras, Renato de Oliveira, secretário de Turismo, Evandro Carneiro Flora e o coordenador de Vigilância Sanitária Municipal, Alex da Silva de Bem. 

Oito anos sem manutenção
Ausências notadas da presidente ou representantes do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comdema) que foi quem sugeriu à prefeitura, mediante laudos, o fechamento da Carioca para limpeza e manutenção, o que não era feito há oito anos, conforme informações do próprio Comdema.

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

O comentário da semana - A repercussão do Projeto que proíbe fogos com barulho

Comento aqui o Projeto de Lei nº 0078/18, de autoria da vereadora Nádia Tasso Lima (PMDB) que proíbe fogos de artifício e artefatos pirotécnicos com ruídos sonoros na cidade da Laguna SC. Aprovado em 1ª votação em 20 nov 2018.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

“Paisagem da Janela”

No casarão da esquina entre as ruas Jerônimo Coelho e Duque de Caxias, defronte ao Jardim e Clube Congresso Lagunense, numa janela lateral, olhos felinos observam:
“Da janela lateral do quarto de dormir
Vejo uma igreja, um sinal de glória
Vejo um muro branco e um vôo pássaro
Vejo uma grade, um velho sinal”.
(...)

Lô Borges (melodia) e Fernando Brant (letra).