domingo, 30 de junho de 2013

Prefeito recua e retira de pauta proposição que aumentava salários (subsídios) de secretários e adjuntos

Na última sexta-feira, prefeito Everaldo dos Santos enviou ofício GAB/PML 111/2013 à Câmara de Vereadores, retirando de pauta, com consequente arquivamento, da proposição que propunha aumento de salários (subsídios) para secretários e adjuntos. Projeto que recebeu o nº 020/13.
Retirados de pauta, também, os projetos que propunham vencimentos dos odontólogos, diárias e criação de cargos em comissão.
Alega o prefeito para a retirada dos projetos “Que estamos realizando estudos sobre todas as questões que os mesmos tratam”.

Certamente que pesou na decisão a péssima repercussão que causou o fato, a pressão das ruas, redes sociais e um ou dois blogs, inclusive matéria postada aqui na sexta-feira. Agora só falta uma ampla reforma administrativa, com redução das secretarias, conforme promessa de campanha.

Confira abaixo o documento. Para ampliá-lo basta clicar na foto:



Abaixo, relação nominal dos secretários e adjuntos com salários atuais e como ficariam com os aumentos (agora com a proposição retirada), além do grau de parentesco com alguns vereadores e que foi publicado originalmente na página do Facebook do Critica Laguna - Fabrício Vieira:



sábado, 29 de junho de 2013

Aprendizado

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Proposta de aumento para secretários e adjuntos da prefeitura da Laguna. Um deboche ao povo

As manifestações que acontecem praticamente em todo o país, mostram que o povo não se sente representado pela forma tradicional de fazer política. Há que se mudar. As pessoas estão cansadas de tanto descalabro, da imoralidade com o dinheiro público.

Mas parece que há políticos neste Brasil que ainda não entenderam a voz das ruas. Pensam certamente que a conversa não é dirigida a eles.
Esses que fazem ouvidos de mercador vão cair do cavalo cedo cedo. O país está mudando e quem perder o bonde da história vai ficar para trás.
São reivindicações em nível nacional, a exemplo da PEC 37 que já foi votada e é página virada. Virada sob pressão das ruas é bom que se diga.
 *************
Na Laguna também aconteceram passeatas, com algumas bandeiras locais sendo erguidas. O povo quer mais investimentos na saúde, educação, transportes e segurança.
Mas uma das bandeiras que deveria ser levantada e merecer repulsa em nossa cidade é a proposta de aumento de salários para secretários (41,25%) e adjuntos (44,87%).
Um absurdo, um deboche, principalmente nesse momento em que se reivindica nas ruas a redução de tarifas nos transportes e nos impostos, que tanto oneram os contribuintes. Enquanto isso os salários dos efetivos ó!!!!! Só ganham a inflação do período.

Um absurdo esse aumento, se aprovado, principalmente quando há falta de medicamentos na Saúde local, como denunciou o vereador Andrey Pestana, e faz falta mão de obra operária, equipamentos e veículos para a limpeza da cidade.
Aliás, muitos eleitores lagunenses na rua se perguntam onde está a promessa de campanha em reduzir de 13 para 7 secretarias?

O desabafo do vereador Andrey Pestana de Farias

Na sessão da última terça-feira, 25, no Grande Expediente, vereador Andrey Pestana de Farias (PSD) desabafou sobre a Saúde no município.
A falta de medicamentos, assim como prosaicos esparadrapos, gazes, fraldas, além das condições do almoxarifado central, inaugurado há um ano, foram os problemas abordados. São 13 minutos e 26 segundos de um desabafo sincero, fruto de muitas manifestações e reclamações recebidas e constatadas in loco pelo atuante vereador que tem se destacado por suas reais preocupações com a população lagunense.
Com a palavra o secretário da Saúde Luiz Felipe Remor.


Confira no vídeo o discurso do vereador:
 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

A Árvore de Anita está morta. Só falta assinar a certidão de óbito

A chamada “Árvore de Anita”, uma figueira situada no Jardim Calheiros da Graça, na Praça Vidal Ramos, centro histórico da Laguna, está morta.
Pode-se constatar visualmente o falecimento da planta ao se observar seu estado atual. Dois ou três galhos restantes (outros foram serrados) completamente secos (um deles inclusive, perigosamente podre ameaçando desabar), alguns minúsculos ramos e pouquíssimas folhas. É o que resta da árvore, considerada um ponto turístico-histórico da cidade. O próprio tronco está apodrecido. Fungos? Parasitas? Cupins? Ausência de água? Não sabemos. Constate nas fotos:





Sua lenta agonia começou há quase quinze anos e nada foi feito para sua recuperação.
Em 1999, através das páginas do meu jornal Tribuna Lagunense, publiquei várias matérias sobre o fato, inclusive com chamadas e fotos de capa, clamando às nossas autoridades que promovessem a recuperação/salvamento da árvore, através de estudos e contratação de técnicos (botânicos) para análise das causas. À exemplo da figueira da Praça XV de Novembro, na capital do estado, que recebe atenção permanente da Floram. Ninguém deu bola.

Veja as matérias. Para ampliá-la basta clicar sobre as fotos:




Um pouco de história

Em 1839, os revolucionários farroupilhas construíram dois barcos no estaleiro de Camaquã, no Rio Grande do Sul. Transportados em carretas até a praia de Tramandaí, foram lançados ao mar. Um deles naufragou, o Farroupilha, e o outro, o Seival, pela barra do Camacho chegou a Laguna em 22 de julho de 1839.
Em 15 de novembro daquele ano acontece a batalha naval entre as esquadrilhas farroupilha e imperial, vencida por esta última.
Os legalistas apossaram-se dos navios farroupilhas, entre eles o Seival, que mudou de nome, virando Garrafão e sendo usado no transporte de mercadorias do interior para a então Vila da Laguna.
Depois, inservível, foi abandonado na então chamada praia do estaleiro, ali perto do hoje Colégio Stella Maris.

O Barco Seival em 1915.

Conta-nos Saul Ulysséa em sua obra “Coisas Velhas”, que tentou, na ocasião, transformar o barco num monumento histórico. Veja: 

“Tive ocasião de me entender com o chefe do governo municipal e com o presidente do Conselho, lembrando-os de que aquele navio deveria ser adquirido pela Municipalidade e transformado em um monumento histórico, dando-lhes então o plano para sua transformação.
Tempos depois, um médico italiano que aqui clinicava, o dr. Paes, comprou o barco com o fim de transportá-lo para a Itália, segundo afirmavam.
Novamente insisti com o governo municipal para desapropriá-lo, não permitindo ser retirado da Laguna, principalmente para o país estrangeiro, uma relíquia histórica.
Antes de ser efetivada a desapropriação, em uma noite foi o barco vandalicamente destruído, ficando somente a quilha que, naturalmente devido ao tamanho, deixaram no local.
Muitas pessoas foram ao sítio onde estivera o velho Seival e entre eles um piloto de nome Antônio Joaquim de Souza.
Este, vendo em uma parte apodrecida da quilha uma muda de figueira que ali nascera casualmente, teve a feliz ideia de retirá-la e levá-la ao chefe do governo municipal para que fosse plantada no Jardim Calheiros da Graça, o que foi efetuado”.

A muda da figueira foi transplantada por Antônio Joaquim de Sousa que a ofereceu ao Governo Municipal, que através do superintendente Oscar Pinho mandou plantá-la no jardim no início da década de 20, em solenidade cívica, com a presença de inúmeras autoridades, banda de música, escolares e grupo de escoteiros.
  
Árvore de Anita em 1926.  João dos Santos Areão, Salvato Pinho, João Guimarães Cabral, José Arthur Boiteux, Antônio Guimarães Cabral e Ruben Ulysséa.


Até 1939 a chamada “Árvore de Anita” foi o único monumento em nossa cidade que lembrava a heroína lagunense. A Primeira homenagem, creio eu, foi o Clube Anita Garibaldi, no Campo de Fora, fundado em 30 de novembro de 1889. Quando do centenário da República Catarinense, em 1939, foi erigido na então Praça da Bandeira (hoje República Juliana) um obelisco homenageando Anita Garibaldi.

Depois, em 20 de setembro de 1964, em seu lugar foi construído a estátua de Anita, com o obelisco sendo transferido para a pequena praça no início da rua Almirante Lamego, no bairro Campo de Fora.

***

Sugestões à atual administração da Laguna:

a)   Promover estudos técnicos, através da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama) para analisar o que está acontecendo com muitas árvores do Jardim Calheiros da Graça, que estão apodrecidas e/ou secas. Fungos? Parasitas?

b)  Já que a morte da Árvore de Anita está constatada visualmente, que tal retirar uma muda (que ainda existe) e replantá-la no mesmo local, numa solenidade cívica, com participação, por exemplo, da Fundação Lagunense de Cultura, Secretaria de Turismo?

c)    Intercâmbio com autoridades do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (Petrópolis), de onde a quase totalidade das árvores foi trazida, em 1915, para um novo replantio de espécies.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Laguna: Um banho de democracia. Literalmente

Ontem Laguna também se engajou às manifestações que estão sendo realizadas em todo país. A partir das 16 horas, mesmo com chuva e jogo da Seleção Brasileira, pessoal se reuniu na avenida Colombo Machado Salles, defronte ao Colégio Stella Maris. Cerca de 500 pessoas lá estavam para se manifestar democraticamente, com cartazes e gritos de protestos.
Depois a passeata foi em direção ao Monumento Tordesilhas, defronte à rodoviária. De lá um grande grupo partiu para participar da sessão da Câmara de vereadores onde foi dada a voz a alguns estudantes.
Fiz algumas fotos da passeata e trago também registros de Geraldo Luiz da Cunha-Gê, Elvis Palma e Marco Bocão.
Uma passeata pacífica, de protesto, acompanhada bem de perto por grande aparato policial e sem incidentes.


***
***


***




quarta-feira, 19 de junho de 2013

Sociais do Blog

Durante os festejos em honra ao padroeiro Santo Antônio dos Anjos:

Carlos Alberto Fernandes (Beto Laguna), vindo do Rio de Janeiro e Jayson Silveira de Souza.

De Criciúma, Alessandra e Manoel Marques da Silva.

De Florianópolis, Vera e Edden Schneider; e Pedro Paulo Silva e esposa.


Governador Raimundo Colombo, vice-governador Eduardo Pinho Moreira e prefeito Everaldo dos Santos, com algumas componentes da organização do tradicional cocktail da Casa Paroquial, entre elas Lenira Amboni Nicolazzi, Jadna Pereira Souza, Maria Helena, Cristina e Amélia Baungarten Baião.
 
Kênia e Carlos Araújo Horn.
 
Dudu Carneiro, Beatriz (Bia) Fernandes e Amarildo dos Santos.
  
Maria Helena Lindermann Teixeira com a filha Maria Júlia, e Julita.
  
Laís Coelho dos Santos;  Andrey Pestana de Farias e Ana Luiza.

Aline e Pedro Rosa Netto
 
Maria Alice Teixeira Siqueira e seu tio Hélio Pereira.


terça-feira, 18 de junho de 2013

O aviso

Na última quinta-feira à tarde, feriado municipal em nossa cidade, enquanto acontecia a Procissão Motorizada com o Santo Antoninho, no Clube Congresso Lagunense a coisa fervia.
De seu tradicional salão partiam acordes dos maiores sucessos da atualidade.
- Ai se eu te pego, ai, ai, se eu te pego... o pessoal cantava e dançava em ritmo de vanerão.

Era a Divina Idade em seu alegre baile semanal. Pessoal com mais de 60, 70, 80 e alguns beirando os 90 anos.
É comprovado que dançar faz bem pra cuca, dessenferruja as dobradiças, espanta o "alemão" e cura depressões e solidões. Que o Clube da Divina Idade continue sempre assim, até porque daqui a pouco todos nós chegaremos lá, virando sócios, se Deus quiser.

Mas num cartaz à entrada do Clube, chamando a atenção de todos que passavam na calçada ou adentravam ao recinto, o aviso proibitivo:
Como é que é? Mini-saia? Mini-vestido? Short? Qué qué isso minha gente!!! Essa "juventude" está perdida! É o fim do mundo!

Me disse uma das frequentadoras, com cargo na diretoria do Clube da Divina Idade, que tal aviso de proibição foi necessário. Tinha gente passando dos limites. Uma pouca vergonha, agora está tudo direitinho, finalizou.

- É da idade, respondi, devem ser os hormônios aflorando, com suas acnes e desejos...

Nada mais será como antes

Os protestos que se popularizam por todo o Brasil e se intensificam a cada dia, é um brado de indignação. Demorou.
Convenhamos. Reunir 50, 80, 100 mil de pessoas numa manifestação representa muito, por mais que setores da mídia neguem. Há um grito parado no ar, sufocado de muito tempo.
Muitos não se perguntavam onde estavam os jovens? Eis a resposta que está sendo dada. Pela televisão assistimos os protestos nas grandes capitais – que em muitos casos descamba para a violência, mas representam pouco no universo geral – e logo nos vem à mente os protestos do início da década de 90, no governo Collor e o grito das diretas na década de 80. Agora quebra-quebra não! Vandalismo não!

Mas hoje, os motivos são os mais diversos, e se começou contra o aumento de passagens, outros motivos vão se sobrepondo, entre eles a segurança pública, os gastos excessivos do dinheiro na Copa das Confederações e Copa do Mundo, sem falar na corrupção, impunidade, e a falta de investimento na educação, saúde e estradas. É um grito de BASTA!

É uma revolta que demonstra que há muita coisa errada pelo país, e muita gente está cansada somente de pagar o pato. O assalariado, o trabalhador está pagando tudo, já descontado em seus salários. E há muito pouco retorno em seu benefício. É, também, um desecanto com o futuro.
Que os governantes do país, dos estados e municípios acordem porque nada mais será como antes. O poder da internet é imensurável, e pouca coisa hoje fica incógnita.

A transparência é obrigatoriedade em todos os setores e é fato consumado, quem não se adequar aos novos tempos vai cair do cavalo. Não adianta mais tentar esconder fatos, a realidade do dia a dia se sobrepõe a qualquer versão oficialesca.

Pela imprensa brasileira se diz que o gigante adormecido acordou. Pergunta-se: e quando Laguna despertará?

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Como foi o Café de Ideias

Chefe de Gabinete Maria Inês Uliano, prefeito Everaldo dos Santos
e secretário de Turismo João Carlos Fagundes.
Creio que pela primeira vez em nossa cidade, conseguiu-se reunir tanta gente da imprensa, TV, rádios e colunistas da internet (blogueiros) da região num evento.
 
Exceção, infelizmente, do Blog do Renato Souza que tinha outro compromisso; e do Fabrício Vieira, do Blog Critica Laguna.

Evidentemente que quando, por esta página, lancei ao prefeito Everaldo a sugestão de fazer um café, imaginei uma reunião com perguntas, sugestões e respostas. Um debate, não uma palestra. Mas valeu o encontro, pelo momento democrático que o prefeito Everaldo oportunizou.

Convenhamos, ficar ouvindo durante mais de uma hora o secretário de turismo explanar didaticamente sobre sua área, cansa qualquer mortal. E muitas das informações já foram amplamente divulgadas nas rádios e seus programas de conhecidos radialistas. São tantos números e valores...

Mais sobre turismo falo nos próximos dias.

Depois o prefeito falou por mais vinte minutos e só então pudemos perguntar, mas aí diante do adiantado da hora, já quase perto das onze, e o pessoal com a barriga roncando, a coisa foi meio corrida. De dez perguntas que eu tinha, reduzi sucintamente a três, em consideração a outros colegas que queriam também indagar.
Quis saber sobre as instalações de semáforos na cidade, do portal da Transparência no site da prefeitura que não traz maiores informações, e a situação atual do restaurante-escola, aquele elefante branco lá na antiga avenida Castelo Branco. No primeiro caso, foi uma das promessas de campanha.

O prefeito respondeu:
“Nos próximos dias vamos iniciar a licitação de três semáforos: um no Mar Grosso, outro no Magalhães e outro nas proximidades da rodoviária”.

“Sobre o portal da Transparência vamos verificar o que está acontecendo”.

“Em relação ao restaurante-escola, vamos fazer parceria com a universidade para que ela disponibilize cursos profissionalizantes”, disse.

E foi isso. Como foi o primeiro Café de Ideias, podem-se ser feitos ajustes para os próximos – se acontecerem.
Um cronograma é obrigatório para se evitar demoradas e cansativas “palestras” de secretários e assessores. Penso que a intenção é perguntar ao prefeito, mas é evidente que as perguntas também podem ser direcionadas a assessores, secretários e outros em suas explanações, desde que limitadas no tempo. E o tal café pode ser servido ou ficar à disposição dos convidados logo nos primeiros trinta minutos do evento, à medida que se chega.  Sabe como é, o pessoal sai de casa cedo, em jejum...

PS: Faltou dizer que entre os profissionais da imprensa que também formularam perguntas ao prefeito, estavam Ricard Fernandes, do Jornal A Verdade; João Batista Barreiros, da Rádio Vitória; e Ricardo Cardoso, do Jornal Malagueta.

domingo, 16 de junho de 2013

Nota de falecimento +

Faleceu há poucos instantes, na tarde deste domingo, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, onde estava internado, Wilson Corrêa, 73 anos, filho do seu Lídio Corrêa e Francisca Guedes (Dª Chica), e casado com a (Albertina)Tininha Pereira Corrêa, irmã  do  João Gualberto Pereira, ex-prefeito, do Laurinho, não tem?
Sentimentos aos familiares e amigos.
***
Wilson era engenheiro elétrico, tendo feito sua carreira profissional no Rio de Janeiro, na Light. Há uns dez anos aposentou-se e passou a residir na Laguna e também em Florianópolis.

Tão logo eu tenha o local do velório e horário de sepultamento amanhã, informarei.

Atualizando: Corpo está sendo velado na capela mortuária Santo Antônio dos Anjos (ex-Cine-Roma), avenida Colombo Machado Salles e sepultamento ocorre nesta segunda-feira, às 16h30m.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Café de Ideias

Lembram àquela sugestão que dei aqui no Blog há poucos dias sobre a realização de um “Café com o prefeito?”
Pois soube que o prefeito Everaldo dos Santos leu a proposta, gostou e deu ordens para que a Secretaria de Comunicação Social da prefeitura organizasse o evento.

Pois nesta quarta-feira pela manhã vai acontecer o tal Café chamado de “Ideias”, nas dependências do salão do Hotel e Restaurante Flipper, no Mar Grosso, reunindo blogueiros, colunistas, jornalistas e radialistas convidados.

Recebi o convite na tarde desta terça-feira (penso que é muito em cima da hora, os próximos deveriam ser com mais antecedência, pra gente se programar) mesmo assim vou cancelar compromisso anteriormente assumido e pretendo lá comparecer levando algumas dúvidas, sugestões e indagações.

Espero poder fazê-las ao primeiro mandatário lagunense e depois trazê-las com as respostas aqui para os leitores.

sábado, 8 de junho de 2013

Santo Antônio dos Anjos olhai por nós!


Laguna está vivendo mais uma vez o clima da Festa em homenagem ao seu Padroeiro, Santo Antônio dos Anjos.
Todas as noites a comunidade cristã participa fervorosamente das trezenas realizadas na igreja Matriz.

Anos após ano, também nesta época, nossa cidade recebe centenas de pessoas, lagunenses, familiares, visitantes, que vem acompanhar a transladação no sábado e procissão no domingo. É momento de orar, renovar pedidos e promessas e rever pessoas que vivem distantes, em outras paragens, mas que não esquecem suas origens e suas devoções ao Santo.

Época de tradicionalmente a cidade também receber caravanas de políticos, alguns deles somente lembrando-se da Laguna nesses dois dias.

Do alto de seu andor, Santo Antônio dos Anjos a tudo assistirá, como testemunha de muitas conversas, orações e promessas.
Pede-se ao Padroeiro que ilumine o caminho desses políticos em todos os escalões, para que se tornem dignos representantes do povo.
E, qual súplica atroz, o lagunense roga: Santo Antônio orai por nós.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Nota de falecimento+

Sepultado na tarde desta sexta-feira em nossa cidade, Joneci Manoel Cândido, aos 73 anos, o “Sargento Joneci”, irmão do Claudinor (Nonô) Cândido, do sinuca, não tem?
Joneci faleceu ontem no Hospital de Caridade, em Florianópolis.

O conhecido Joneci, sargento reformado, contagiava a todos com sua alegria, principalmente no carnaval. Sempre tinha uma história, uma piada, um “causo” para contar entre os amigos.
Era personagem obrigatório no carnaval do Bloco da Pracinha, onde apresentava anualmente seus personagens e mensagens hilárias, quase sempre em parceria com seu irmão.

Não faz nem um mês ainda o encontrei no caixinha do Banco do Brasil, ali no calçadão da XV de novembro. Entre uma risada e outra, por mais de vinte minutos conversamos. Indaguei sobre a criação do personagem para o carnaval do ano que vem. Ele me confidenciou e pediu segredo, para o efeito da surpresa. Guardei, mas agora posso revelar.

Disse que ia sair com um ralador e um côco pela metade pendurado ao pescoço. No cartaz ao peito o aviso: “O HOMEM DO CÔCO RALADO”.
- A maldade e conclusão ficam por conta das cabeças das pessoas, disse ele, que no carnaval deste ano desfilou pela praça e avenidas, compenetrado, sério, segurando uma vara entortada com o cartaz onde se lia: “O HOMEM DO PAU TORTO”. Não havia quem não o fotografasse, pela criatividade e a dubiedade da mensagem.

Foi quem batizou o hoje conhecido Bar Necrotério, no Magalhães. Quando adentrou ao ambiente no primeiro dia de inauguração do local, ainda sem nome, Joneci exclamou aos presentes: - Mas que sala com o formato do necrotério lá do hospital. Pronto! Estava batizado o bar do Clodoaldo de Bem.
De uma conversa entre ele, Vedelino Marçal e Dorival, surgiu a ideia de uma corrida em torno da pracinha Souza França. Flavinho Marçal e Waldizinho Sant'Anna ouviram a conversa, bancaram a ideia e nascia então a Corrida de São Silvelho, fazendo uma analogia a São Silvestre.

Esse era o Joneci, que gostava de uma pescaria e de fazer amigos e os tinha de todas as gerações. O carnaval de rua lagunense vai ficar mais pobre pela perda de um grande folião.
Sentimentos aos familiares e amigos.

Minha singela homenagem ao Joneci, através da publicação de algumas fotos do meu arquivo, de seus engraçados personagens e desfiles nos carnavais do Bloco da Pracinha. A primeira foto colorida é de André Luis Fotografia e a segunda do amigo Renato Souza, do Site Descobrir Laguna. A última foto do Joneci, no carnaval de 2013:



Joneci (à direita na foto), com seu irmão Nonô.



Nonô e Joneci no carnaval de 2012. Foto de André Luis Fotografia. Enviada pelo Renato Souza.
   
Joneci no carnaval do Bloco da Pracinha 2013.
 
 



Viva! Viva! Viva Santo Antônio! Vão liberar a Calistrato Muller Salles neste sábado

Alguém lá em cima que gosta ou não de mim, deve lido aqui no Blog a nota publicada na quarta-feira sobre a falta de bom senso em fechar e desviar o tráfego  no acesso a cidade em plena Festa de Santo Antônio.
Pois hoje  a secretaria de Comunicação da prefeitura divulgou o seguinte comunicado:

“Neste sábado, dia 8, meia pista da Avenida Calistrato Muller Salles, no bairro Progresso, será liberada para tráfego de veículos que entram em Laguna. A medida, definida pela prefeitura e empresa Confer, é necessária devido à Festa de Santo Antônio.
Para sair da cidade, os veículos terão que seguir pela Avenida Colombo Machado Salles, depois Avenida Anita Garibaldi (sentido sambódromo) saindo pela Avenida Castelo Branco, no Laguna Internacional.
No domingo, 9, as duas pistas da Calistrato Muller Salles, voltam a ser fechadas para retomar as obras”.


E por que não liberar a pista também no domingo, quando da procissão?

Big Brother na BR-101 em Cabeçuda

Empresa Engeplus disponibilizou imagens de duas câmeras em tempo real, 24 horas por dia, da BR-101 em Cabeçuda.
Uma delas, fixa, no lado sul da Ponte; outra lá de cima do Morro Grande (da antena), panorâmica e aí a gente pode constatar o belo visual da região. E nem um mirante temos no local.
Portanto, quando você for sair de carro e tiver que passar pelo local, para conferir o trânsito ao vivo, basta clicar em:

http://www.engeplus.com.br/0,,61567,.html


http://www.engeplus.com.br/0,,62255,.html







quinta-feira, 6 de junho de 2013

José Nazareno (Pisca) Duarte comemorou 65 anos entre familiares e amigos

Na noite de ontem, no salão social da Paróquia Nª Sª dos Navegantes, no bairro Magalhães, nosso amigo José Nazareno (Pisca) Duarte comemorou entre familiares e amigos, seus sessenta e cinco anos de vida.
José Nazareno Duarte, o aniversariante.

Zé Pisca, como é mais carinhosamente conhecido, é um dos grandes benfeitores da nossa cidade. Sempre ligado aos movimentos sociais-religiosos.
Faz de sua vida um caminhar no servir ao próximo.

O conheci na década de 70, ele já na liderança dos movimentos jovens. Nos formamos no mesmo curso e ano, em 77, em Técnico em Contabilidade, no Colégio Comercial Lagunense - CCL. Eu com 17, ele com 29 anos. Em seguida ingressou como técnico Judiciário, trabalhando no Fórum da nossa Comarca e também ministrando aulas de religião.
É regente de vários corais, entre eles o da Paróquia de Nª Sª dos Navegantes e São Brás, de Ribeirão Pequeno.
Foi vereador na Laguna, pelo PDT, na década de 80.


José Nazareno e a esposa Miriam.

É incansável em sua luta diária na recuperação de jovens corroídos pelos vícios, através da Casa de Recuperação Nascer de Novo, situada ali na Barbacena.
Diariamente o vemos em busca de recursos e alimentos para o sustento daquela entidade do bem.

Pois coerente e demonstrando seu conhecido desprendimento, solicitou aos convidados que seus presentes de aniversário fossem em gêneros alimentícios em prol da Casa Nascer de Novo, que tão bem administra.


Os amigos Teresa e Rubinho foram dar o
 abraço no aniversariante.

Dotado de um coração bondoso, soube angariar a simpatia, a amizade e o carinho de todos que o conhecem e sabem do seu importante trabalho e exemplo de vida. Casado com Miriam e pai de Marcos.

Luzia, Nazareno, Rose, Rita, Julita e Valmir.



Luzia, Nazareno, Rose, Rita, Julita e Danilo.

De família honrada, dos Duarte ali do Ribeirão Pequeno, José Nazareno merece os nossos maiores desejos de muita saúde e felicidades e foi assim que nos unimos num só coro e na noite de ontem cantamos os parabéns para ele.