Blog do Valmir - Laguna

Blog do Valmir - Laguna
E-mail: valmirguedes@yahoo.com.br Fone: (48) 9957-3954

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Dª Nely comemorou 101 anos

No último sábado, em Florianópolis onde atualmente reside, rodeada de familiares, comemorou 101 anos de vida a sra. Nely Gomes Mattos, viúva do saudoso Donga Mattos.
Chamada carinhosamente de Vó Lêlê pelos netos, bisnetos e amigos, viveu um dia de rainha. Muita alegria e lembranças.

Daqui deste espaço o nosso parabéns por tão marcante data. 





segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Moradores pedem o acesso Norte

A comunidade de Barbacena esteve reunida no último sábado para cobrar a pavimentação do acesso norte, que irá ligar a BR-101 até avenida João Marronzinho passando pelo bairro.
Os moradores estão convivendo com lama, poeira e buracos.

O encontro que reuniu moradores e autoridades aconteceu no salão paroquial São Judas Tadeu..
Vereador Dudu Carneiro (PP).
O vereador Eduardo Nacif Carneiro (PP) acompanhou o evento e afirmou: “Somente pressionando o poder público, as comunidades terão mais chances de serem atendidas. A obra está lotada no Plano Plurianual do Governo do Estado, no valor de R$ 5 milhões. Até agora, a comunidade não conhece o projeto da rodovia”.

O acesso Norte para Laguna irá beneficiar o bairro onde a futura rodovia deverá passar. Terá 10 quilômetros passando pela estrada geral da Barbacena e a rua da Granja chegando na avenida João Marronzinho.
Acesso Norte deverá passar pela comunidade de Barbacena até a BR-101.
Com a duplicação da BR 101, o trevo de acesso à comunidade pela rodovia federal já ficou pronto. A pavimentação do trecho é necessária como outra alternativa para o fluxo dos veículos de entrada e saída da Laguna, que já apresenta filas fora da temporada, na SC-436. Além de beneficiar outras regiões como bairro Portinho, Praia do Sol e loteamento São Judas Tadeu.

Adesivos com o slogan “Acesso Norte Já” foram distribuídos pelos moradores. Novas ações estão programadas para reivindicar a obra.

***
Acesso poderia ter sido realizado como Compensação ambiental
A verdade é que se perdeu uma grande oportunidade da inclusão da construção do acesso Norte, quando da licitação da Ponte Anita Garibaldi, como forma de compensação ambiental.
O engenheiro sanitarista André Labanowski foi um dos que mais sugestionaram à administração municipal passada para que a inclusão fosse feita. Não lhe deram ouvidos. 
Labanowski à época ainda pediu que incluíssem também uma alça na saída da ponte em direção ao Morro das Laranjeiras com vistas à construção de um belvedere lá em cima porque, reconheçamos, a vista é panorâmica.  Novamente fizeram ouvidos moucos. Acharam-no certamente um visionário.

Agora mais uma vez Laguna e seus moradores estão de pires na mão, como sempre, mendigando uma obra que facilmente já poderia ter sido construída. Afinal, qual a dificuldade em acrescentar mais R$ 5 milhões (que é o valor atualmente previsto para o acesso Norte) numa obra como a ponte que consumiu quase R$ 1 bilhão?

sábado, 29 de agosto de 2015

Lagunense é jubilado pela OAB/SC

Na segunda das quatro cerimônias de jubilamento que aconteceram esta semana na OAB/SC, 38 advogados foram homenageados por completarem 45 anos de advocacia ou 70 anos de idade e 30 de profissão. Participaram da solenidade os presidentes da OAB/SC, Tullo Cavallazzi Filho, e da CAASC, Paulo Brincas, a Secretária-Geral da Seccional, Ana Blasi, e a Coordenadora-Geral Adjunta das Comissões, Cláudia Prudêncio.

Antônio José Vicente da Silva é o segundo da
 esquerda pra direita, na fila de cima.
Entre os advogados jubilados, o lagunense Antônio José Vicente da Silva, a quem parabenizamos pelo recebimento da homenagem.

Representando os jubilados, a advogada Crenilde Rodrigues Campelli fez um discurso de agradecimento. “É uma alegria extraordinária ser jubilada. Tivemos uma trajetória, vivemos, nos conhecemos e amamos por 50 anos ou mais. E temos a lembrança dos tempos de faculdade.
Tivemos o privilégio de ter aula com mestres da mais alta magistratura de Santa Catarina. Tenho orgulho de exercer a profissão que é a voz de quem não a tem. Somos a arma de defesa de quem não tem mais a quem recorrer. Somos a última trincheira da liberdade. Sou profundamente feliz por ser advogada. E por poder compartilhar com vocês não apenas a alegria de ser jubilada, mas o júbilo de ser advogada”, disse.

“Temos consciência de que foi a geração de vocês que reestabeleceu a democracia, e isso nos dá luz para nosso futuro”, afirmou o presidente da CAASC, Paulo Brincas. Ele lembrou que a defesa das prerrogativas deve ser prioridade, visto que, sob a justificativa do combate à corrupção, advogados já tiveram seus escritórios invadidos e seus telefonemas grampeados.

O presidente da OAB/SC, Tullo Cavallazzi Filho, disse que o exemplo dos mais experientes é uma referência. “Temos a necessidade de levar para o futuro as lições que vocês nos deram. A paixão faz com que olhemos o futuro com mais otimismo e nos leva a buscar o ideal de acesso à justiça, dos honorários justos e sobretudo da defesa das prerrogativas”.
 
Homenageados na 2ª cerimônia:

ADAUTO BECKHAUSER, ADILSON LUIS FERREIRA
ALOYSIO GENTIL COSTA
ANTONIO JOSE VICENTE DA SILVA
ARMINDA SOUZA DA VEIGA E MEDEIROS PRADE
ARSONVAL MAZZUCCO MUNIZ
CARLOS NEHRING NETTO
CESAR LUIZ PASOLD
CLÓVIS MAURO DA SILVA
CRENILDE RODRIGUES CAMPELLI
DANTE PARISI
EGIDIO BITTENCOURT
ELEAZAR MIGUEL DO NASCIMENTO
EUNICE LEITE DA SILVA TAVARES
FERDINANDO MELILLO
HAMILTON ADRIANO
HAMILTON BATISTA SEIFRIZ
IVETTE WALBACH BARRETO
IVILTEN BARRETO DOS SANTOS
JOAO NICOLAU CARVALHO
JOAO PRATI MARTINELLI
JOSE CID CAMPELO
JOSE MIROSKI
LUIZ CARDOZO ROCHA
LUIZ CARLOS NOBRE DOS SANTOS
MARIA JOSE DA SILVEIRA PEREIRA
NAZARILDO TANCREDO KNABBEN
NIDIA MARIA TERNES LAUS
OKIR DE SIENO
OTAVIO ARMANDO DE BRITO NETO
OTAVIO FERNANDO DO ESPIRITO SANTO
ROGERIO OTAVIO RAMOS
ROGERIO STOETERAU
SAMUEL FERNANDO LINHARES
SEBASTIAO LUCIO DA SILVA TELLES
SUELI SOUZA SEPETIBA
VICTOR BUCH FILHO
VOLNEY COLLACO DE OLIVEIRA

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Homenagem aos 194 anos de nascimento de Anita Garibaldi

Às 10 horas da manhã deste sábado, 29, o CulturAnita - Instituto Cultural Anita Garibaldi irá homenagear a Heroína Anita  pelo seu 194º  aniversário de nascimento, que aconteceu em 30 de agosto de 1821.  A homenagem será prestada em frente ao seu  Monumento, na Praça República Juliana,  Laguna. 

Além dos integrantes do CulturAnita, deverão participar do evento  diversos cavaleiros, atores da Tomada da Laguna, o cantor João Rodrigues Jr. e Terezinha Flor, entre outros que entoarão algumas peças musicais,  estudantes e a população de forma geral. 

Vereador Renato: “Estão leiloando o cargo da minha mulher”

A reunião de sexta-feira passada num restaurante no Balneário Mar Grosso entre alguns membros do PMDB da Laguna, principalmente vereadores, continua rendendo.
Ainda no Grande Expediente da quarta-feira desta semana o vereador Renato Borges de Oliveira utilizou seu tempo regimental para desabafar sobre a atual situação do PMDB lagunense, demonstrando sua insatisfação com o partido.

O vereador Renato estava nervoso, atropelando palavras e evidenciou toda sua mágoa partidária. Reconheçamos, Renato Borges de Oliveira é um dos históricos do PMDB, tendo sido por seis vezes candidato a vereador, eleito uma vez e ficando na suplência nas demais. E colaborou, sim, para a eleição do atual prefeito Everaldo dos Santos a quem sempre defende pelos microfones do Legislativo, afirmando seu voto de confiança aos projetos oriundos do chefe do Executivo. Seja o projeto qual for.
Mas o que teria causado esse pote de mágoas no vereador Renato?

Explico: Com a vinda de Mauro Candemil para a 19ª SDR, o advogado Antônio dos Reis assumiu a Consultoria Jurídica da secretaria no lugar da filha do vereador Rogério Medeiros (PMDB).
A esposa do vereador Renato, Elisabete Poluceno de Oliveira é gerente de administração, finanças e contabilidade da 19ª SDR.
Provavelmente como forma de compensação, este cargo foi então oferecido (e aí Renato não citou nomes de quem ofereceu), por duas vezes ao vereador Rogério Medeiros que afirmou ter declinado por questão de respeito ao seu par na Câmara e companheiro partidário.

Evidentemente, o vereador Renato não gostou de ser preterido e considerou uma traição política contra a sua pessoa e sua longa história partidária.
Renato é suplente (445 votos na eleição passada), e no momento substitui a vaga de Orlando Rodrigues (PSD) que se licenciou para tratar de assuntos particulares. Anteriormente substituiu o vereador Thiago Duarte que igualmente se licenciou do mandato para assumir a secretaria municipal de Pesca, Desenvolvimento Rural e Aquicultura.

Renato é macaco velho na política, de coração grande, sempre ajudando o próximo. De bobo nada tem. Alguns inimigos talvez assim o considerem por sua cara estampada e sorridente em outdoors desejando boas festas em inúmeras datas comemorativas. Pois estão enganados.

O vereador sentiu a fritura, o punhal em suas costas e ficou fulo da vida. Não era para menos.
Da tribuna da casa lavou a roupa suja e despejou fora a água com sabão e tudo. E o que disse o vereador Renato Borges de Oliveira?

Eis algumas de suas declarações:

“- Vou ser claro e objetivo e tentar ser calmo para não parecer ser antipático”.

“- Costumo dizer que sem o vice-governador Eduardo Moreira Laguna estaria em estado de sítio. Força de expressão, mas é mais ou menos por aí".

“ - Em Laguna começou mais cedo o tempo da fofoca”.

“- Estão leiloando o cargo de minha mulher”.

“- Minha mulher é profissional da Educação há 50 anos, aposentada por tempo de serviço. Ela foi convidada para o cargo por uma pessoa do PMDB”.

“- Ofereceram duas vezes o cargo dela para o vereador Rogério”.

“- Fico feliz e agradeço a solidariedade, a personalidade, o caráter do vereador Rogério que me falou dos convites e não aceitou”.

“- Minha mulher não vive de cargo de gerente. Ela vai sair. Se ela não sair, ela não será mais minha esposa. Dia 31 será seu último dia no cargo”.

 “- O cargo dela está à disposição”.

“- É minha postura diante dessa fofocada toda. A Laguna infelizmente peca por isso, paga por isso”.

“- Eu preciso defender a integridade, a paz de espírito da minha mulher. Ela foi convidada, agradeço a quem a convidou, agradeço o PMDB”.

“- Fui candidato seis vezes, ganhei uma vez e não tive um emprego na prefeitura. Não tem ninguém da minha família, provem se tem alguém da minha família, em qualquer grau”.

“- Hoje eu sou Everaldo até final de setembro, depois eu vou ver”.

“- Estou no PMDB e estou também um pouco descontente. E mês de setembro vou ver o que farei do ponto de vista político, se vou com a ou com b. Mas não vou cuspir no prato que estou comendo”.

********************
Sinceramente, só acho que o Grande Expediente do Legislativo não deva ser utilizado para demonstrar descontentamentos com o partido A ou B, principalmente no que se refere a nomeações e exonerações para cargos, principalmente de familiares.
A tribuna é para ser usada em defesa dos interesses do povo lagunense. É para isso que os nobres representantes foram eleitos e estão sendo regiamente remunerados.

Enfim...

O clima no PMDB não está bom

O clima não anda lá essas coisas no PMDB da Laguna. E a situação já vem de muito tempo.
Os últimos acontecimentos, como a nomeação de Mauro Candemil para a 19ª SDR, já com vistas a sua candidatura à prefeitura ano que vem, parece ter sido a gota d’água.
Há muito descontentamento entre membros do diretório e até da Executiva municipal do partido. Muita gente magoada por aí.

Ainda na noite de sexta-feira passada num bar/restaurante no Balneário Mar Grosso aconteceu uma reunião entre vários membros do partido, entre eles alguns vereadores e componentes da Executiva.
O presidente do PMDB na Laguna, Giocondo Tasso não participou.

Discutiu-se a situação do partido em nossa cidade e os últimos acontecimentos. Mas houve também troca de farpas por conta de exonerações e nomeações em cargos.
A reunião e conversas renderam tanto que motivaram o vereador Renato Borges de Oliveira a utilizar o Grande Expediente de quarta-feira para desabafar. Comento sobre isso no próximo post.

Em breve vai haver eleições para nomes de seu diretório municipal que depois escolhe a Executiva Municipal, que por fim decide quem será o candidato a prefeito ano que vem.
O PMDB atualmente encontra-se numa sinuca de bico. Tendo que apoiar o atual prefeito Everaldo dos Santos à reeleição ano que vem; ou daqui a pouco se bandear para a candidatura de Candemil.

E o quadro pode se alterar até 2 de outubro, data máxima para filiações/desfiliações e mudanças de partido. Há filiados do PMDB, inclusive membros da Executiva há muitos anos, que trocarão de partido. O próprio prefeito Everaldo dos Santos e Maria Inês Uliano sinalizam que podem ir para o PSDB.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Estão assando a batata do Everaldo?

O prazo para mudanças ou novas filiações partidárias para quem vai concorrer às eleições de prefeito, vice e vereador termina em 2 de outubro próximo. Daqui a praticamente trinta dias.
A eleição acontece em 2 de outubro de 2016, primeiro domingo daquele mês.

Pois bem. Os últimos acontecimentos políticos na Laguna demonstram claramente que as peças do tabuleiro do xadrez com vistas às próximas eleições em nosso município já estão sendo mexidas.
A Carta Aberta da vice-prefeita Ivete Scopel, com inúmeras críticas e denúncias à atual Administração, do qual ela faz parte, e a posse de Mauro Candemil na 19ª SDR são apenas dois fortes exemplos.

O prefeito, é claro, sentiu o baque, afinal foram dois petardos recebidos em menos de uma semana.
Por conta disso, o noticiário nas redes sociais, rádios e em alguns jornais, continua rendendo.

Ainda mais que a indicação de Mauro Candemil, sabe-se, partiu do vice-governador Eduardo Pinho Moreira que certamente ainda tem atravessado na garganta o não apoio - entre outras coisas - de Everaldo no pleito passado aos seus candidatos à Assembleia Legislativa, Manoel Motta e principalmente Luiz Fernando Vampiro.
Como sabemos, o prefeito Everaldo apoiou o nome de Dirce Heiderscheidt (PMDB).

Que Everaldo dos Santos sentiu o golpe em suas futuras intenções políticas  por conta da posse de Mauro Candemil, é fato. Não foi nem consultado sobre a indicação. Soube por terceiros. Mas o foi quando de Robson Caporal?
Ontem, prefeito Everaldo dos Santos em seu gabinete recebeu o secretário Mauro Candemil da 19ª SDR para tratar do carnaval do ano que vem das Escolas de Samba. O clima era de cortesia e de sorrisos mas nos bastidores políticos  decisões estão sendo tomadas com vistas às eleições de 2016. "Quem viu, viu, que não viu verá", já cantava Helinho da Vila.

Foto: Rafael Andrade/PML/Divulgação


Ainda sábado, numa lanchonete no centro da cidade, Everaldo demonstrava nas conversas que não cederá assim tão facilmente. E repetiu seu velho mantra da origem humilde, filho de pescador, vendedor de torradinha, sem diploma de doutor.
- “Vão ter que me engolir e disputar comigo a convenção do PMDB, bater chapa”, afirmou.

A política é uma nuvem, vocês sabem, em frase atribuída a Nereu Ramos. Você olha está de uma jeito; minutos depois o desenho já é outro.
De sábado pra cá, até em trocar de partido o prefeito já pensou e foi aconselhado. Para tanto teria recebido convite para se mudar para o PSDB, formando assim uma coligação primeiramente com o PR e mais algum outro partido que queira se chegar. 
Mas se mudar de partido, não perderá o mandato? Não, porque a lei não vale para cargo/candidatura majoritária. É válida, por exemplo, para vereador.

Resta saber se concretizará essa intenção de se filiar ao PSDB, o que alteraria completamente o atual cenário para as eleições municipais do ano que vem na Laguna. Ou Everaldo estaria blefando politicamente?
Senhoras e senhores, façam suas apostas.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Tão atual...

“A esperteza quando é muita, fica grande, vira bicho e come o dono”

Frase de Tancredo Neves na década de 80, numa entrevista a jornalistas, opinando sobre certos políticos da época, famintos e vigaristas, mestres na rapina do bem público.
Tão atual... e que se encaixa como uma luva em certos políticos lagunenses que andam por aí.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Há 26 anos morria Raul Seixas. Mas seu Rock continua vivo

Quando tudo parece estar perdido. Quando se pensa que não tem mais jeito.Quando todas as forças parecem se esgotar. Lembre-se: você não é o único. Levante a cabeça que o Homem lá de cima faz o resto.



“Não diga que a Vitória está perdida, tenha fé em Deus, tenha fé na vida, tente outra vez....”

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Encontro Estadual da Maçonaria em Joinville acontece neste fim de semana

Entre os dias 21 a 23 de agosto, sexta-feira a domingo, em Joinville, acontece o 48º Encontro Anual do Dia do Maçom, comemorativo dos 160 anos da maçonaria em Santa Catarina.

Evento promovido pelas lojas maçônicas de Joinville e que deverá contar com a presença de 1.300 maçons, com delegações de Santa Catarina, inclusive de Lojas aqui da Laguna, do Brasil e do exterior. Solenidade principal será sábado, às 18 h, no Centreventos Cao Hansen.

Laguna vai pagar iluminação da Ponte Anita Garibaldi, diz Dnit

Foto: Gê/PML/Divulgação
No dia 18, o Dnit/SC distribuiu a seguinte Nota:

“Em razão do fim do contrato com o Consórcio Sadenco/Quantum, responsável pela iluminação da Ponte Anita Garibaldi, em Laguna, e que assumiu o consumo de energia até o último dia 17, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT/SC, comunicou por ofício à Prefeitura do município, datado de 23 de julho, seu impedimento, inclusive legal, para a manutenção do serviço.

Com o objetivo de manter a segurança de trânsito e evitar atos de vandalismo, nesta terça-feira (18), o DNIT procurou a Celesc de Tubarão para buscar uma solução que viabilizasse a continuidade do fornecimento.  Em contato com o chefe da Agência Regional da Celesc de Tubarão, engenheiro Giocondo Tasso, e com o prefeito Everaldo dos Santos, ficou acertado que o município vai assumir o custo com a energia para o suprimento de iluminação da Ponte Anita Garibaldi, algo em torno de R$ 12 mil/mês.

Desde a criação da COSIP -- Contribuição para o Custeio da iluminação Pública, instituída pela Emenda Constitucional nº 39, de 19 de Dezembro de 2002, o DNIT não incorpora em seu orçamento anual verbas para iluminação de rodovias. Apenas em novos projetos de obras rodoviárias contratadas, o DNIT executa as instalações de iluminação, envolvendo a implantação de postes, cabos, quadros elétricos de comando e proteção dos circuitos de iluminação viária, luminárias, lâmpadas e equipamentos auxiliares.

Neste contexto, de acordo com a disponibilidade e interesse, as despesas de consumo e manutenção de sistemas de iluminação pública nos trechos das rodovias federais, incluindo interseções e acessos públicos, têm sido eventualmente assumidas pelas prefeituras nos âmbitos de suas respectivas jurisdições. Não existe outra alternativa para a iluminação pública de segmentos que não seja o desembolso de recursos pelos próprios municípios envolvidos, através da COSIP ou da concessionária local".

Fonte: Núcleo de Comunicação DNIT/SC
---------------------------------------


Prefeitura questiona responsabilidade da iluminação da Ponte Anita Garibaldi

Ontem, quarta-feira, 19, a procuradoria do município entregou um ofício ao superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT), Vissilar Preto, questionando a definição sobre sistema de iluminação da ponte.

Em razão do fim do contrato com o Consórcio Sadenco/Quantum, responsável pela iluminação da Ponte Anita Garibaldi, na Laguna, assumiu o consumo de energia até esta semana. Nesta segunda-feira, dia 17, o Departamento entregou um ofício ao Governo Municipal. 

"Acredito que vamos encontrar uma saída. Posso garantir que vou lutar até o fim para que o município não pague, mas não vamos deixar a ponte às escuras. Acho errado um investimento como esse de mais R$ 700 milhões, mais de R$ 3 milhões só na iluminação e não ter R$ 10 mil para pagar a conta", disse o prefeito Everaldo dos Santos. 

O procurador geral Leandro Schiefler Bento, diz que "O município de Laguna não tem como assumir, por falta de amparo legal, a iluminação, até porque, segundo o caput do art. 358, a iluminação pública no Município de Laguna é tida como aquela realizada dentro das vias sob responsabilidade e fiscalização do próprio Município, o que não é o caso da Ponte Anita Garibaldi", completou.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Vereador solicita providências ao MP quanto à estação elevatória de esgoto ao lado do cais

Estação Elevatória de esgoto, ao lado do cais.
No último dia 7 de agosto, o vereador Andrey Pestana de Farias (PSD), enviou ofício ao Ministério Público, 1ª e 2ª Promotoria de Justiça da Laguna, solicitando providências quanto à construção de estação elevatória ao lado do cais, no Centro Histórico.

A obra, que faz parte de saneamento básico que está sendo implantado em nossa cidade, já foi iniciada e está trazendo preocupação à população. Pode-se observar nas fotos feitas no dia de hoje, que ela já está, inclusive, sendo concretada.

O vereador Pestana salienta em seu ofício, "que buscando informações junto ao corpo técnico, este não possui resposta sobre inúmeros questionamentos, o que causa dúvida, incerteza e, consequente, riscos”.
Estação Elevatória de esgoto já sendo preparada
para concretagem.


Primeiro a estação elevatória seria construída defronte às Docas. Posteriormente o local foi alterado e transferido para o lado do Ponto de Ônibus do Farol.

(Já abordei este assunto, em post anterior). Para ver, basta clicar em:

O vereador Andrey salienta que “questionados sobre o risco de desabamento no novo local, foi advertido pelos engenheiros que existe sim este risco. Vale salientar, o extenso histórico de desabamentos dos “muros de contenção” existentes no cais”.
Vereador Andrey Pestana de Farias (PSD)

O vereador em outro trecho, alerta, preocupado:
“Ademais, não se tem resposta do corpo técnico se a estação elevatória em questão exalará algum cheiro, bem como, é de se questionar os riscos de um possível problema estrutural na referida estação que pode causar um grave problema ambiental em face de sua colocação à beira da lagoa”.

É o seguinte o teor do Ofício:

----------------------------------------------
Ofício. nº 011/2015                       

Laguna/SC, 07 de agosto de 2015.

À Vossas Excelências
Sandra Goulart Giesta da Silva e Fernanda Broering Dutra
Promotoras de Justiça
1ª e 2ª Promotoria de Justiça de Laguna

Assunto: Solicita providências

Cumprimentado-a cordialmente, vimos por meio deste solicitar a tomada de providências e a colheita de informações com relação à obra de implantação do saneamento básico, em especial, no que toca à instalação da estação elevatória no Cais.
Pois bem, como é de conhecimento, seria instalada uma estação elevatória no Cais, em frente à rótula do Centro, porém, posteriormente, alteraram o local para ao lado do ponto de ônibus (fundos do Angeloni).
Ocorre que buscando informações junto ao corpo técnico, este não possui resposta sobre inúmeros questionamentos, o que causa dúvida, incerteza e, consequente, riscos.
Primeiramente, pelo que se sabe, alterou-se o local pela falta de aprovação do IPHAN, bem como, pelo risco de desabamento.
Porém, questionados sobre o risco de desabamento no novo local, foi advertido pelos engenheiros que existe sim este risco. Vale salientar, o extenso histórico de desabamentos dos “muros de contenção” existentes no Cais.
Ademais, não se tem resposta do corpo técnico se a estação elevatória em questão exalará algum cheiro, bem como, é de se questionar os riscos de um possível problema estrutural na referida estação que pode causar um grave problema ambiental em face de sua colocação à beira da lagoa.
Por fim, impende salientar, a questão do tombamento do Centro Histórico, e os riscos à paisagem, que é um patrimônio imaterial assegurado pelo Direito Ambiental e Urbanístico.
Dessa forma, pelas razões acima expostas, por não possuir acesso às informações e respostas necessárias, reporto-me para ambas as Promotorias para que possam colher as informações necessárias, bem como, atuar e diligenciar no que for justo e necessário.
Aproveito para renovar os protestos de estima e consideração.
Atenciosamente,

Andrey Pestana de Farias             

Vereador PSD
----------------------------------------------------

Prefeito reconsidera os considerandos da vice

Em comunicado à imprensa, do qual recebi uma cópia, Prefeito Everaldo dos Santos rebate a Carta Aberta da vice-prefeita Ivete Scopel. Sobre as denúncias nela contidas, o prefeito diz que são "vazias". Infelizmente não entra no mérito de nenhuma delas. 
O Comunicado fala em 29 considerandos, mas contei bem contadinho e são 30. Há um "finalmente considerando", no trecho final da Carta.

O prefeito salienta que “lamenta que a decisão de abdicar do cargo de vice possa ser motivada por uma pretensão política. Só peço que ela reconsidere o principal, deixar o cargo e também o salário de R$ 8.974,00”.
Abaixo, o Comunicado:


Comunicado à imprensa
“Reconsiderando os 29 considerandos publicados pela vice-prefeita de Laguna, Ivete Scopel, em sua página pessoal do Facebook, por meio de uma carta aberta, na última quinta-feira (13), lamento as mentiras existentes neste conteúdo. Reconsiderando tudo isso, resumo que são denúncias vazias que, coincidentemente, já haviam sido divulgadas no jornal Babilônia no ano passado, o qual não há assinatura dos responsáveis, mas resultou uma ação judicial contra este periódico, que foi proibido de circular. O país atravessa uma grandiosa crise e quem mais sofre com isso são os municípios. O gabinete da vice foi carinhosamente preparado para ela e foi abandonado.
Reconsiderando que no início deste atual governo, janeiro de 2013, ela chegou a ser convidada para assumir uma das pastas do secretariado, mas preferiu ficar no gabinete de vice, sem problemas. Em 2014, foi convidada para ser a titular da secretaria de assistência social, também não quis. Em janeiro deste ano foi novamente convidada para assumir a nossa imponente secretaria de turismo, mas também abriu mão do cargo. Até aí sem problemas, pois preferiu conduzir o seu cargo de vice. Reconsiderando esta situação toda, lamento que a decisão de abdicar do cargo de vice possa ser motivada por uma pretensão política. Só peço que ela reconsidere o principal, deixar o cargo e também o salário de R$ 8.974,00”.

Prefeito de Laguna
Everaldo dos Santos

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Mauro Candemil assume 19ª SDR Laguna

Engenheiro Mauro Vargas Candemil foi nomeado agora à tarde pelo governador Raimundo Colombo, o novo titular da 19ª Secretaria Regional da Laguna.
Assume no lugar de Robson Caporal. Diário Oficial de amanhã já deve trazer a nomeação. O fato começa a agitar o mundo político de nossa cidade e região.
Advogado Antônio Reis será o novo Consultor Jurídico.

Candemil, que já foi secretário da 19ª SDR, agora denominada de Agência (ADR), com essa nomeação dá mais um passo (trampolim) em direção a sua candidatura ano que vem à prefeitura da Laguna. 
Vai bater chapa no PMDB com o atual prefeito Everaldo dos Santos, se o atual cenário político se mantiver. A disputa vai ser acirrada.
As "viúvas" do Mauro estão todas ouriçadas.

PS: Já havia abordado a possibilidade de Candemil assumir a 19ª SDR em post datado de 1º de julho deste ano, intitulado Política & Políticos. Para conferir basta clicar em:
http://valmirguedes.blogspot.com.br/2015/07/politica-politicos.html#comment-form


Prefeito rebate Carta de rompimento da vice

Ontem, por telefone às rádios, prefeito Everaldo dos Santos rebateu o conteúdo da Carta Aberta divulgada nas redes sociais e imprensa, pela vice-prefeita Ivete Scopel, em que esta rompeu, unilateralmente, com a aliança política.
O prefeito, entre outras coisas disse:

“- Me ligaram na quarta, quinta-feira, eu estava em Brasília, e me disseram que estava havendo uma carta, eu pensei até que era uma carta de renúncia”.

“-Eu não rompi com ninguém, se teve alguém que rompeu com a administração, se teve alguém que rompeu com a cidade, não foi o prefeito Everaldo”.

“- Eu nunca expulsei um companheiro, uma coligação”.

“- A vice-prefeita tem seu gabinete, seu telefone, sua estrutura”.

“- Tivemos prefeito na Laguna e a Laguna sabe quem é, que teve prefeito que no primeiro dia já rompeu, nem sala deu pra vice”.

“- Não é justo né? A sociedade pagar um salário, um alto salário de vice-prefeito e o vice-prefeito não ter o seu atendimento ao público. Então, é muito difícil isso”.

“- É lógico que a sociedade vai ficar revoltada, como vai entender um vice-prefeito ganhando sem trabalhar? Levando um alto salário ser dar justificação?”.

“- Alguém quer criar um fato político e quando a pessoa quer criar um fato político, como ano que vem tem eleição, a pessoa quer dar uma desculpa, quer ficar na mídia pra poder ser candidato. É lógico, eu não tenho dúvida disso”.

“- Se eu tivesse que fazer uma carta aberta eu faria primeiramente renunciando ao meu salário, aí eu teria credibilidade, aí eu teria coragem de dizer: rompi com a administração”.

“- Mas nos próximos dias nós vamos responder à imprensa, com responsabilidade, com pé no chão, mostrando à sociedade”.

Vereador Antônio Silva assume presidência da Câmara

O vereador Antônio da Silva (PR), mais conhecido como Silva Bombeiro (hoje sargento) assume às 17 horas de hoje, em gabinete, a presidência do Legislativo lagunense.
O titular, Roberto Carlos Alves (PP), licencia-se da presidência da Casa por 45 dias, para tratar de assuntos particulares.

Suplente Preto Crippa assume
No lugar de Alves assume na sessão de amanhã, quarta-feira, o primeiro suplente (575 votos na eleição de 2012) Peterson Preto Crippa da Silva (PP), presidente da Associação dos hotéis, restaurantes e bares da Laguna. Para ocupar o cargo, Preto Crippa já solicitou sua exoneração nesta segunda-feira 17, do cargo de secretário parlamentar do deputado João Amin (PP) na Assembleia Legislativa do Estado de SC.

Suplente Tavinho também vai assumir
Soube que até o fim do ano, o vereador Roberto Carlos Alves novamente irá se licenciar, abrindo espaço para o segundo suplente do PP, Luis Otávio Pereira, o Tavinho (435 votos).

É uma forma, evidentemente, de contemplar e agradar suplentes com potenciais de votos, com vistas às eleições municipais do ano que vem. Procura-se assim, unir e fortalecer membros do partido ao redor de uma única liderança. Ou, utilizando uma expressão mais popular, são substituições políticas para “adoçar o bico”.

“Agenda positiva” ?

Circula na cidade a informação que está sendo planejada uma espécie de repaginação da imagem do prefeito Everaldo dos Santos. Será que haverá contratação de personal? Tipo style, coach e até um organizer?
Intenção, me contaram, seria resgatar os índices iniciais de popularidade do primeiro mandatário lagunense,
Não se surpreendam portanto, se nas próximas semanas e meses, alguns assessores, jornalistas e radialistas comecem a falar em “agenda positiva”, combate ao pessimismo, etc.
Bem ao estilo que começa a ser feito no Governo federal.

Sabe como é... na natureza nada se cria...

Novo chefe de gabinete

Jornalista Rafael Andrade, de Tubarão, assume hoje a chefia de gabinete do prefeito Everaldo dos Santos.
Formado pela Unisul, já atuou em órgãos de imprensa da região, como o jornal Diário do Sul e Notisul.
Num artigo de Opinião, em dezembro de 2014, intitulado “Jornalismo de panquecas”, ele assim escreveu:

“O jornalismo está em um ritmo confuso devido à intensidade de informações diárias impostas via internet. Há um recuo, em geral, referente à qualidade do produto notícia. A maior parte dos jornalistas atua como um mero técnico organizador de textos ou como editor medíocre de releases muito mal produzidos. Este serviço protocolar também é feito pelo leitor, claro, de forma mais bruta, porém objetiva, por meio de computadores, tabletes e, principalmente, celulares”.

sábado, 15 de agosto de 2015

“Rompimento da aliança política” entre a vice e o prefeito

Na última quinta-feira, 13 de agosto, a vice-prefeita Ivete Scopel (PSD) divulgou (conforme antecipei com exclusividade neste Blog que ela assim o faria) uma extensa Carta Aberta ( * ver o conteúdo na íntegra ao final deste texto) à população, rompendo unilateralmente a “aliança política” com o prefeito Everaldo dos Santos.

Prefeito e vice. Foto: Marco Bocão/PML/Divulgação
Num comunicado recheado com 30 “considerandos” a vice expõe as vísceras do poder e traz, em meu entender, além de críticas e decepções, sérias denúncias contra atos e fatos da atual administração. Entre os "Considerandos" listados justificando o rompimento estão:

(...)
“Considerando que passados quase três anos de nossa eleição, V. Exa. não solicitou e nem me convidou, na condição de Vice Prefeita, para auxiliá-lo em assuntos relacionados com a administração e o desenvolvimento do Município de Laguna; 

Considerando que a Vice-Prefeita não é convidada e nem informada das raras reuniões e discussões de V. Exa. com seus  secretários e demais assessores municipais sobre temas administrativas que envolvem o interesse de Laguna; 

Considerando que os projetos e o Plano de Governo que juntos elaboramos durante nossa campanha eleitoral, não estão sendo cumpridos por V.Exa, e que tem tomado decisões isoladamente; 


Considerando que o turismo, a cultura e a pesca, atividades principais de nosso município encontram-se completamente abandonadas por esta gestão, sem a certeza de desenvolvimento futuro e que estas atividades por si só carregam condições estratégicas e potencialidades para distinguirem Laguna num cenário globalmente competitivo;”. (...)

E as análises, críticas e denúncias à atual administração contidas na Carta, agora partem de uma pessoa de dentro do sistema, que tinha (ainda tem?) gabinete montado no prédio da prefeitura. Não são mais críticas atribuídas à "meia-dúzia" de pessoas (fofoqueiros) nas redes sociais, como sempre alegam nas rádios e jornais, o prefeito e alguns de seus assessores.

Continuando. Que a relação política entre o prefeito Everaldo dos Santos e sua vice Ivete Scopel não ia bem, já sabíamos há muito tempo. Era facilmente perceptível.
Aqui mesmo neste Blog eu já havia abordado o tema. Foi em fevereiro de 2014, portanto há mais de um ano e meio. Bastava ter olhos para ver. E também ouvidos para ouvir.
Querem ver como já abordei o assunto? Minha memória não é curta não. E à época já perguntava: "O segundo plano é só na foto mesmo?".

Clique em:

O que não entendi até agora, é por que a vice-prefeita deixou passar tanto tempo para se “acordar” e se manifestar? 
Utilizando-me de uma expressão da gurizada: Demorou!
Terá sido uma ensaiada e pensada decisão com vistas às eleições municipais do ano que vem? As peças no tabuleiro do xadrez político já estão sendo mexidas? A batata de alguém já está sendo assada?
Qual a posição de seu partido, o PSD, em relação ao rompimento? A Executiva municipal e estadual irão se manifestar sobre o ocorrido?

Repercussões sobre a Carta
As repercussões e opiniões se dividem nas redes sociais e em conversas pela cidade. Há quem ache que o “rompimento” deveria ser de fato, com renúncia ao cargo e vencimentos. Ou pelo menos a doação dos vencimentos mensais a uma entidade beneficente. Fosse assim, a repercussão do rompimento político seria bem maior e calaria matildes e desafetos. Aumentaria o cacife político? Teria palanque.
A vice, em sua Carta, no trecho final, explica:

“- até 31/12/2016 continuará investida em suas funções constitucionais no cargo de Vice- Prefeita, cargo para o qual foi legitimamente eleita, e até esta data estará a disposição de Laguna, de sua população e dos poderes constitucionais e suas instituições”.

Resta saber como vai ficar o clima político entre prefeito e vice quando das solenidades oficiais ou numa eventual substituição motivada por viagem ao exterior do titular ou de suas férias, após o conteúdo contundente da Carta divulgada.

***

A história se repete. Pela 4º vez consecutiva um vice-prefeito na Laguna rompe com o titular

Está virando uma sina. É a quarta vez consecutiva que um vice-prefeito da Laguna rompe com o titular.
Nos mandatos dos ex-prefeitos Nelson Abrahão Neto (1989 -1992), o vice Zeno Alano rompeu; em 2001-2004, de Adílcio Cadorin, a vice-prefeita Hilda Soares Bicca também se desentendeu; e também nos dois mandatos de Célio Antônio (2005-2008). Com seu vice Aderbal Mendes e, em 2009-2012, com Luiz Fernando Schiefler Lopes.

Também já abordei esses fatos em “Para que serve um vice?”, “Sutis detalhes” e “Um pouco de história”. Para ler os posts basta clicar aqui:

Viram? No final de março daquele ano de 2010, já se notava também os primeiros indícios, através das fotografias, que a relação política não ia bem entre o então prefeito Célio Antônio (PT) e o vice Luiz Fernando Schiefler Lopes (PP). Pouco meses depois dessas fotos estariam de fato rompidos politicamente.

Tão rompidos ao ponto do vice em 2012 apoiar o atual prefeito Everaldo dos Santos e tornar-se secretário de Educação do Colegiado. Hoje Schiefler Lopes não está mais no cargo e igualmente rompeu com o atual prefeito. Está sem espaço no PP e em busca de outra sigla partidária. 

********************************************


Laguna SC / CARTA ABERTA / IVETE SCOPEL 

"Diante de todos estes fatos e considerações, preocupada com os destinos de Laguna, decepcionada com sua gestão administrativa e esgotados os meios e tentativas para auxiliar e emprestar colaboração, a signatária, como forma de prevenir direitos e identificar responsabilidades, utiliza-se desta CARTA ABERTA à V. Exa. para tornar-lhe ciente e informar a população e autoridades de Laguna que": ..... (13.08.2015)

Laguna, 13 de agosto de 2015

Exmo. Sr.

EVERALDO DOS SANTOS

DD. Prefeito Municipal de Laguna – SC
Senhor Prefeito:


Considerando que hierarquicamente o cargo do Vice-Prefeito é o segundo na chefia do Executivo Municipal, sendo eleito através de voto direto com o prefeito, vinculadamente, conforme prevê a Constituição Federal Brasileira;

Considerando que o Vice-Prefeito é o substituto do Prefeito Municipal em caso de ausência por licença ou outro impedimento e neste caso tem obrigação constitucional de exercer a função de chefe do executivo;

Considerando que a Lei Orgânica do Município em seu art 64, estabelece pelo menos duas funções para o Vice Prefeito: auxiliá-lo sempre que for por ele convocado e substituir o Prefeito no caso de vacância; 

Considerando que passados quase três anos de nossa eleição, V. Exa. não solicitou e nem me convidou, na condição de Vice Prefeita, para auxiliá-lo em assuntos relacionados com a administração e o desenvolvimento do Município de Laguna; 

Considerando as inúmeras queixas e lamentações que os assessores municipais tem tornado público de que V. Exa. não concede audiências com os mesmos para tratar de assuntos relacionados com suas respectivas pastas, e quando agenda não comparece nas reuniões: 

Considerando que a Vice-Prefeita não é convidada e nem informada das raras reuniões e discussões de V. Exa. com seus os secretários e demais assessores municipais sobre temas administrativas que envolvem o interesse de Laguna; 

Considerando que os projetos e o Plano de Governo que juntos elaboramos durante nossa campanha eleitoral, não estão sendo cumpridos por V.Exa, e que tem tomado decisões isoladamente; 

Considerando que o turismo, a cultura e a pesca, atividades principais de nosso município encontram-se completamente abandonadas por esta gestão, sem a certeza de desenvolvimento futuro e que estas atividades por si só carregam condições estratégicas e potencialidades para distinguirem Laguna num cenário globalmente competitivo; 

Considerando que por falta de apoio institucional de sua administração, está havendo gradativo empobrecimento das atividades culturais e turísticas que já integravam nosso calendário de eventos, como é o caso, dentre outros, do carnaval das Escolas de Samba, Moto Laguna e Tomada de Laguna, eventos estes que foram interrompidos e que correm sérios riscos de serem realizados em cidades vizinhas; 

Considerando que os diversos grupos organizados de mulheres e idosos, encontram-se abandonados, sem perspectiva de inclusão social como merecem, contrariando nossa promessa durante a campanha eleitoral; 

Considerando que foram realizados investimentos de recursos públicos em diversas obras que estão paralisadas apenas por falta de gestão e que se as mesmas estivessem em atividade poderiam estar gerando empregos, rendas, conhecimento e alavancando o desenvolvimento da cidade, como é o caso do Restaurante Escola, que há mais de três anos está concluído e sem atividade, tendo seus equipamentos furtados, ou ainda o Memorial Tordesilhas, que está em situação semelhante e a Reciclagem do Lixo da Vila Vitória, cujo prédio está abandonado, o que tem motivado depredações; 

Considerando que a infraestrutura municipal é desanimadora, devido ao caos em que se encontram as ruas da área central, dos bairros e o interior do Município; 

Considerando que V.Exa. se comprometeu a pavimentar a Estrada Geral do distrito do Ribeirão Pequeno, e que ao menos seriam pavimentados 3km por cada anos de seu mandato, mas que até o presente momento quando completa três anos de gestão, nem projeto foi elaborado; 

Considerando que os funcionários públicos efetivos encontram-se desmotivados devido à falta de valorização, incentivos, cursos de capacitação e treinamento; 

Considerando a falta de transparência das contas municipais, o que contraria nosso Plano de Governo, quando V. Exa. se comprometeu, mas não cumpriu a dar ampla publicação das receitas e das despesas mensais da Prefeitura e órgãos vinculados; 

Considerando que até o presente momento não houve aplicação, divulgação e nem explicação referente ao destino dos significativos recursos do Imposto Sobre Serviços – ISS, arrecadados nos anos de 2013, 2014 e 2015, oriundos da construção da Ponte Anita Garibaldi, da duplicação da BR 101, e do asfaltamento da SC 100 - estrada do Farol de Santa Marta;

Considerando que não tem sido dada a devida atenção e atendimento básico às creches municipais que enfrentam graves problemas, como a ausência de alimentação suficiente e adequada, além de materiais de higiene e outros equipamentos e insumos necessários para mínima condição de funcionamento; 

Considerando que através do Plano de Governo V. Exa. se comprometeu a manter as creches funcionando o ano todo, para as mães poderem trabalhar durante os períodos de maior atividade econômica da cidade, o que não vem acontecendo, já que as creches continuam sendo fechadas nos meses de julho, dezembro e janeiro e nos dias de ponto facultativo no Município; 

Considerando que os postos de saúde estão sem remédio, faltam médicos e até sem formulários de receitas há muitos meses, sendo que a população vem sofrendo com a falta deste profissional na rede municipal e que V.Exa. não tem tomado as medidas necessárias para amenizar esta situação; 

Considerando a crise deflagrada com atraso dos pagamentos relacionado à emergência e aos plantões médicos hospitalares, motivo que acarretará uma greve geral dos médicos na próxima semana, devido ao descaso e falta de gestão da sua administração para com a instituição hospitalar e seus profissionais; 

Considerando que V. Exa. é alvo de mais de uma centena de denúncias sobre as mais diversas irregularidades pela prática de atos ilícitos de sua gestão, e que estão sendo investigados em dezenas de procedimentos abertos pelo Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Tribunal de Contas do Estado; 

Considerando que até o presente momento V. Exa. tem sonegado a remessa de informações sobre a movimentação financeiras e atos administrativos ao Tribunal de Contas do Estado, o que já motivou a abertura de três processos para penalizar V. Exa. pessoalmente por descumprimento desta sua obrigação constitucional; 

Considerando que até o presente momento não foi procedida a reforma administrativa prevista em nosso Plano de Governo, que previa a diminuição das secretarias e dos cargos comissionados, e que ao contrário, foram inchados, prejudicando os recursos necessários a investimentos em saúde, educação e infraestrutura; 

Considerando a instabilidade administrativa que tem sido gerado com as constantes nomeações, demissões e reconduções para os cargos comissionados, que obedeceram apenas interesses partidários, e que os indicados não possuem qualificação e nem lhes é oportunizado treinamentos para os cargos indicados; 

Considerando que a falta de verdade na divulgação dos verdadeiros motivos para a recente demissão de mais de uma centena de detentores de cargos comissionados, que poucos dias após os mesmos cargos foram todos substituídos por pessoas indicadas partidariamente, estabelecendo-se verdadeiro balcão de negócios partidários; 

Considerando que na Câmara de Vereadores já foram constituídas comissões especiais para apurar graves denúncias de atos administrativos ilícitos, onde estariam caracterizadas perseguições políticas, abuso de poder, desvios orçamentários, ameaças físicas à funcionários, malversação de recursos públicos, favorecimentos ilícitos, locupletamento, pagamento de produtos e serviços que não teriam sido entregues e fraudes às licitações; 

Considerando que até o presente momento a Vice Prefeita não obteve resposta, escrita ou mesmo verbal, de seus diversos memorandos quando solicitou informações a V.Exa. referente às denúncias que foram publicadas sobre as supostas irregularidades; 

Considerando que, ao invés de esclarecer e defender-se publicamente destas denúncias, V. Exa. tem utilizado seu cargo de Prefeito para pressionar e coagir os denunciantes a permanecerem calados; 

Considerando que sob seu comando tem sido adotadas medidas e ações que contrariam os princípios basilares do regime democrático, que são a moralidade administrativa, a publicidade e a impessoalidade dos atos públicos; 

E, finalmente, considerando que, como Vice-Prefeita, por diversas vezes a signatária tentou audiências para dialogar com V.Exa. para solicitar informações, expor-lhe sugestões, elaborar planos, estabelecer metas, efetuar possíveis correções e colocar-se a disposição para colaborar no sentido de cumprir com o vitorioso Plano de Governo de 2013/2016, audiências estas que nunca foram lhe oportunizadas; 

Diante de todos estes fatos e considerações, preocupada com os destinos de Laguna, decepcionada com sua gestão administrativa e esgotados os meios e tentativas para auxiliar e emprestar colaboração, a signatária, como forma de prevenir direitos e identificar responsabilidades, utiliza-se desta CARTA ABERTA à V. Exa. para tornar-lhe ciente e informar a população e autoridades de Laguna que: 

- fica rompida, unilateralmente, as relações da aliança política que havia sido estabelecida entre o Prefeito Municipal Everaldo dos Santos e a Vice Prefeita Ivete Scopel; 

- até 31/12/2016 continuará investida em suas funções constitucionais no cargo de Vice- Prefeita, cargo para o qual foi legitimamente eleita, e até esta data estará a disposição de Laguna, de sua população e dos poderes constitucionais e suas instituições.

Atenciosamente,

Ivete Scopel
Vice-Prefeita de Laguna