sexta-feira, 29 de março de 2019

Em cargo comissionado o sujeito sempre está, nunca é

Já escrevi aqui várias vezes, que quem assume um cargo comissionado, de confiança, como se diz, sempre está, nunca é.

Está secretário, está assessor, está presidente de Fundação, está diretor(a) de escola.
A continuidade ou não no cargo vai depender de acordos políticos costurados, às vezes meras picuinhas daqui ou dali, com o vereador que indicou um nome ao cargo, votar ou não nesse ou naquele projeto, dizer sim ou não a uma CPI, etc.
Ou do prefeito acordar certa manhã de mau humor. É dele a palavra final.
Mas há quem não compreenda essa verdade.

Em verdade toda exoneração gera consequências, desgastes administrativos e políticos, além de trazer enorme insegurança ao quadro dos comissionados.
Afinal, muitos ficam a se perguntar quem poderá ser o próximo a rolar a cabeça.
- Estarei na lista? Serei eu, senhor?

Celso Fernandes na Comunicação?

Com a recriação da Secretaria de Comunicação Social a ser inserida no Projeto de Reforma Administrativa da prefeitura a ser enviado à Câmara de vereadores, um nome está sendo citado nos bastidores políticos para a titularidade desta pasta.
Trata-se do radialista Celso Fernandes, que já exerceu esta secretaria na gestão do prefeito Everaldo dos Santos (2013-2016).
A conferir.

Casa Candemil será entregue restaurada

O Ministério da Cidadania, o Instituto do Patrimônio Histórico e Nacional (Iphan), e a Prefeitura da Laguna convidando para entrega da obra de restauração da Casa Candemil - Arquivo Público Municipal. A cerimônia acontecerá dia 5 de abril (sexta-feira), às 9h da manhã, na esquina da Rua Fernando Machado com a Travessa Manoel Pinho.

Com recursos na ordem de R$349.392,56, do PAC das Cidades Históricas, do Governo Federal, a obra foi iniciada pela empresa Magapavi em fevereiro de 2018, começando pela substituição de toda a estrutura.

É aguardado ansiosamente por estudantes, pesquisadores e historiadores, o restauro, higienização e digitalização de documentos históricos, livros, jornais, certidões, atas e processos da comarca. Um acervo dos mais valiosos do sul do Brasil e que compõe o patrimônio histórico do Arquivo Público Municipal, instalado naquele prédio.

Acumulando pastas

Enquanto o projeto contendo a reforma administrativa da prefeitura não é enviado à Câmara, continua a costura dos acordos políticos.
Ontem a secretária da Fazenda, Administração e Serviços Públicos, Luciana Fernandes Pereira  assumiu interinamente a secretaria de Assistência Social e Habitação, conforme portaria publicada no Diário Oficial.

quarta-feira, 27 de março de 2019

Prefeito exonera três secretários

Conforme antecipado neste Blog no último sábado, foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (27), a Portaria nº 365/2019 assinada pelo prefeito Mauro Candemil, exonerando três secretários da prefeitura de seus respectivos cargos. 
São eles, a secretária de Educação e Esportes, Karmencita Almeida da Rocha Cardoso; o presidente (status de secretário) da Fundação Lagunense de Cultura, Márcio José Rodrigues Filho; e Hirã Floriano Ramos, secretário de Assistência Social e Habitação.

Escolhidos o presidente e relator da CPI do carnaval

Na tarde de ontem (26), os vereadores integrantes da CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito,  que vai apurar possíveis irregularidades no Carnaval de 2019, escolheram seu presidente e relator. A presidência da comissão ficou com o vereador Osmar Vieira (PSDB), a relatoria com o vereador Roberto Carlos Alves (PP), e a vereadora Nádia Tasso Lima (MDB)  será membro.

O vereador Osmar Vieira, presidente da Comissão,  comentou que "neste primeiro momento serão oficializados os envolvidos para que enviem documentos como: cópias de contratos e convênios, cópias dos áudios das sessões em que às denuncias foram feitas, e  ao cartório para que envie cópia da Ata Notarial" concluiu.

Após esta etapa serão ouvidos secretários municipais e demais responsáveis pelo evento. 
A comissão tem 60 dias para apurar os fatos e se, necessário poderá ser prorrogada por mais 30 dias.

Projeto que proibia aluguel de veículos foi rejeitado

Na sessão de ontem da Câmara de vereadores, após três pedidos de vistas e emendas, foi à segunda votação o famigerado Projeto de Lei nº 009/19, de autoria do vereador Peterson Crippa Silva (PP), que proibia o aluguel de veículos para o Executivo e Legislativo.

E o que aconteceu leitores?
Aquilo que já era esperado e vinha sendo empurrado de barriga, com inúmeras procrastinações: O Projeto simplesmente foi rejeitado pela maioria dos presentes, sem maiores justificações e debates.

No ano passado, foram gastos R$ 230.129,98 com aluguel de veículos (leasing), com uma só empresa. O valor total empenhado é de R$ 277.200,00 e o contrato nº 005/2014 já está em seu oitavo aditivo, a maioria deles estendendo o prazo.

Votaram contra o Projeto os vereadores: Thiago Alcides Duarte (MDB), Rodrigo Luz de Moraes (PR), Valdomiro Barbosa de Andrade (MDB), Rhoomening Souza Rodrigues (PSDB), Patrick Mattos de Oliveira (PP), Osmar Vieira (PSDB), e Adilson Paulino (PSD).
Voto a favor: vereadora Nádia Tasso Lima (MDB).
Ausências na sessão dos vereadores: Kléber Roberto (Kek) Lopes Rosa (MDB), Roberto Carlos Alves (PP) (no dentista), Peterson Crippa Silva (PP) (licença médica com atestado) e Rogério Medeiros (PP) (gripe).

Repeteco
Repetiu-se o acontecido no ano passado, quando um projeto de igual teor e de autoria do mesmo vereador foi aprovado em primeira votação e rejeitado em segunda. 



segunda-feira, 25 de março de 2019

A obra inédita de Eraldo Silveira

Eraldo Silveira, que nos deixou semana passada, já havia concluído o livro de sua autoria “Laguna e eu – História e Sentimentos”, pela Editora Insular, patrocínio da Rede de Supermercados Althoff, e com lançamento previsto para breve.
A obra inédita, com ilustrações de Arthur Cook, revisita o passado do autor e da Laguna, traz suas vivências pessoais e lembranças de sua infância e adolescência.
Eraldo fala dos bairros Areal e Roseta, do carnaval, futebol, do rádio e sociedade lagunense, cinemas, festas religiosas, personagens, clubes e bailes da vida.
“Foi escrita com carinho e pitadas de saudade”, disse o autor no prefácio do livro.

sábado, 23 de março de 2019

Mudanças na prefeitura da Laguna

Exonerações, nomeações, separações e agregamentos de secretarias estariam entre as medidas assinadas pelo prefeito Candemil
Ontem no fim de tarde o clima foi movimentado na prefeitura da Laguna. O disse-me-disse correu solto pelos corredores do chamado Centro Administrativo Tordesilhas. Tudo por conta de várias portarias que estariam sendo assinadas pelo prefeito Mauro Candemil.
As decisões devem ser publicadas ainda no início da próxima semana no Diário Oficial.
É a chamada reforma administrativa que estava prestes a acontecer, conforme adiantei neste Blog na semana passada.

Vice-prefeito não participou das decisões
Sabe-se que as decisões não contaram com a participação do vice-prefeito Júlio César Willemann (PSD).

A leitura que se faz politicamente, é que as mudanças assinadas buscam composições com partidos (PP e PT) com vistas às eleições municipais do ano que vem. Além, é claro, de tentar dar um upgrade na atual gestão.

Secretaria de Educação e Lazer
Extraoficialmente, sabe-se que entre as exonerações assinadas estaria a da secretária de Educação e Esportes do município, Karmensita Almeida da Rocha Cardoso. 
A pasta, por enquanto, será exercida pelo secretário-adjunto, mas logo será entregue a um nome indicado pelo PP ou por vereadores do partido.

Fundação de Cultura anexada ao Turismo
O prefeito também teria exonerado o presidente da Fundação Lagunense de Cultura, Márcio José Rodrigues Filho. A Fundação seria mesclada à secretaria de Turismo e Lazer.

Enfim, a volta da secretaria de Comunicação
Será recriada a secretaria de Comunicação e Publicidade, hoje relegada apenas a um apêndice (gerência) da secretaria de Turismo. Aliás, medida em minha opinião que deveria ter sido tomada e continuada desde o primeiro dia de governo.

Fatiamento da secretaria da Fazenda
Entre as medidas tomadas, estaria o fatiamento da secretaria da Fazenda, Administração e Serviços Públicos. Uma parte continuaria no comando da secretária Luciana Fernandes Pereira, que vem fazendo um bom trabalho, na opinião de muitos; outra seria entregue ao PT. Cogita-se no nome do servidor aposentado do INSS, Nauro Pinho, um dos fundadores do partido em nossa cidade e que já exerceu esta secretaria na gestão de Célio Antônio.

Tanara na Assistência Social e Habitação?
Aliás, outro nome do PT que pode assumir, seria o de Tanara Cidade de Souza, na secretaria de Assistência Social e Habitação, hoje comandada pelo ex-vereador do MDB Hirã Floriano Ramos. A ex-vereadora e ex-secretária de Saúde Tanara disputou à prefeitura nas eleições de 2016, ficando em segundo lugar.

 Enfim, fim de semana esta aí e essas mudanças ainda podem ser revertidas por pressões e negociações políticas (vereadores e deputados), até serem publicadas oficialmente.

Mas são essas as atuais novidades do mundo político lagunense ao nosso público leitor.
A conferir.

quinta-feira, 21 de março de 2019

Faleceu Eraldo Silveira

Faleceu ontem, quinta-feira (20), em Criciúma, onde estava radicado, o lagunense, advogado e ex-radialista, Eraldo Silveira, aos 75 anos. Foi sepultado naquela cidade. Deixa os filhos Nalú, Fabrício (em memória), Ilana, Juana Maria e Juliana Maria. E os netos Ana Sofia, Manoela, Ana Laura, Valentina, Arthur e Fabrício.
Sentimentos aos familiares e amigos. 

Eraldo era um apaixonado por poesia. Em 1999, juntamente com sua esposa Clélia Mara Fontanella Silveira, lançou o livro "O Voo dos pássaros". Clélia faleceu em 13 de dezembro de 2017.
Foi sócio da Loja Renner (que substituiu A Principal, de Tancredo Mattos) em nossa cidade, juntamente com seu irmão Evilásio Silveira e o João Alfaiate.
 Depois de deixar o rádio lagunense, Eraldo foi, em 1974, para o Rio Grande do Sul estudar, onde formou-se em Direito pela Unisinos, em São Leopoldo, satisfazendo assim um desejo profissional.
Eraldo Silveira, em foto de João Carlos Wilke.
No finalzinho da década de 50 e principalmente durante a década de 60, apresentou diversos programas pelas Rádios Difusora e Garibaldi da Laguna. Foram musicais e principalmente as chamadas radionovelas. Um dos seus programas de maior sucesso foi "A história de uma música". 
Outro programa de grande audiência foi  "Cartas que não chegaram". "Salão Grená", um programa de música e poesia também marcou época. Era uma imitação de um programa homônimo apresentado por Collid Filho, pela Rádio Tupi do Rio de Janeiro. A música Fascinação na voz de Carlos Galhardo era o prefixo musical do programa. Eraldo também participou de equipes de reportagem de cobertura dos desfiles do nosso carnaval e apresentou programas no auditório da Rádio Difusora.


O carnaval da Laguna visto de cima de um caminhão
Na foto abaixo, os jovens radialistas Carlos Araújo Horn e Eraldo Silveira, sobre o capô de um caminhão de distribuição do Chopp Polar, transmitem através de microfone sem fio, um luxo pra época, o carnaval da Laguna no começo da década de 1960.

Local: defronte ao prédio da Rádio Difusora, na rua XV de Novembro, na Praça Vidal Ramos.
Foto recebida dos arquivos memoriais e sentimentais de Carlinhos Horn.
Na Rádio Garibaldi
Atuou também pela Rádio Garibaldi durante muitos anos, onde apresentou e elaborou roteiros, junto a outros profissionais, da famosa novela "O Direito de Nascer", antes de ser televisionada. 
Era uma novela cubana, da década de 40, de Félix Caignet, de grande sucesso e montada, em sua primeira versão, pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro no início dos anos 1950. 

Eraldo também trabalhou na Câmara de Vereadores da Laguna, como assessor legislativo em 1962, quando aquela Casa era presidida pelo vereador  Manoel José de Oliveira (Cazuza). Aliás, mesmo que por pouco tempo, Eraldo assumiu como vereador, suplente que era do titular João Manoel Vicente, que havia entrado de licença de saúde por algumas semanas. Eraldo nunca escondeu sua decepção com a política. Logo depois, abandonou as hostes partidárias para nunca mais.

Do Pasquim ao Camboim
Em 1972, juntamente com seu irmão Evilásio, Eraldo fundou aqui na Laguna o jornal O Camboim, que seguia o estilo crítico e mordaz do hebdomadário O Pasquim, fundado em 1969 no Rio de Janeiro, e de grande sucesso nacional.
O Camboim ainda contava em seus quadros com Nivaldo Ulysséa Mattos, fazendo as sociais; Arthur Cook nas charges e Richard Calil Bullos, o saudoso Chachá, também com suas charges e escritos.

O jornal era crítico ao governo do prefeito Saul Baião, em seu último ano de mandato pela Arena, depois de romper com o grupo do deputado estadual Epitácio Bittencourt.
Posteriormente, juntamente com Nazil Bento, Eraldo montou uma gráfica, passando a imprimir o jornal Semanário de Notícias.

Os três irmãos Silveira radialistas : Eraldo, João Carlos e Evilásio, em foto rara, dos arquivos da Rádio Difusora da Laguna.
Wilke relembra trajetória de Eraldo
O radialista João Carlos Wilke, que conviveu com Eraldo, conta em um dos seus escritos publicado no jornal O Correio, que Eraldo Silveira encantava o ouvinte, principalmente quando da radiofonização de novelas, o chamado rádio-teatro.

 Wilke era bem jovem, mas recorda que participou de alguns capítulos interpretando o personagem Bruno, na novela O Direito de Nascer, produzida por Eraldo e transmitida pela Rádio Garibaldi, e que teve enorme audiência junto aos ouvintes lagunenses no período noturno.

O saudoso radialista Valmor Silva protagonizava o papel de Albertinho Limonta, filho de Maria Helena (filha de Dom Rafael) e que foi entregue aos cuidados de Mamãe Dolores. Um sucesso. Jucemar Otávio, Carlinhos Horn, Atanásio Silveira, Getúlio Ambrozini, Costinha e Arthur Cook foram alguns dos sonoplastas da novela.

   Uma novela sem fim  
Wilke ainda lembra -sorrindo do episódio- que a novela nunca chegou ao seu final, porque o livro com o roteiro dos últimos capítulos inexplicavelmente sumiu dos arquivos da emissora. O fato frustou centenas de ouvintes que acompanhavam apaixonadamente a novela e entrou para a história do rádio lagunense.

Dentre os nomes que fizeram rádio-teatro em nossa cidade, destacamos Reinalda Eighert, Francisco de Oliveira, Estelita Barreto, Safira Monteiro, Maria Laura Corrêa, Eraldo Silveira, José Ambrozini, Atanásio Silveira, João Carlos Silveira, Evilásio Silveira, José Agostinho, dentre tantos outros.


Começaram as obras na Sociedade Recreativa União Operária

Ontem, quarta-feira (20) começaram a ser instalados a estrutura de proteção para o início das obras de revitalização e ampliação da centenária Sociedade Recreativa União Operária.
A estrutura será revitalizado e ampliada. A obra de R$ 644.031,96 mil irá começar nos próximos dias, com duração de seis meses. Recursos do Iphan, dentro do Pac das Cidades Históricos. Projeto elaborado em 2017.
Terá reforma nos banheiros, telhados, paredes, pintura, cozinhas, cobertura entre salão e parte externa. A empresa responsável é a Magapavi. 
O presidente daquela Sociedade, Geraldo Viana, emocionado lembrou dos anos esperando o restauro. O prédio é sede de eventos de samba, encontros universitários e festas temáticas.
Com o restauro a segurança e preservação estão asseguradas por um bom tempo. "Com a cozinha, o clube poderá promover eventos e recursos para manter a manutenção do prédio", salientou Ana Paula Citadin, arquiteta responsável pelo escritório do Iphan de nossa cidade.
Para o prefeito Mauro Candemil é "mais um resgate da cultura negra da Laguna".

Nomeados integrantes para CPI do Carnaval

Após a Sessão Ordinária  da última terça-feira (19), o presidente da Câmara de vereadores da Laguna, Cleosmar Fernandes,  reunido com o assessor jurídico daquela Casa Legislativa, Juliano Neves Antônio, indicou os parlamentares que irão integrar a Comissão Parlamentar de Inquérito que vai averiguar fatos acontecidos durante o Carnaval 2019.

Foram nomeados os vereadores: Nádia Tasso Lima - MDB, Osmar Vieira – PSDB e Roberto Carlos Alves - PP, que terão cinco dias para eleger o presidente e o relator da comissão.
A conclusão das investigações terá prazo de 60 dias, sendo prorrogável por mais 30 dias.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Laguna recebe recursos para causa animal

Na tarde desta terça-feira (19), o vereador Preto Crippa (PP) , compareceu ao gabinete do prefeito Mauro Candemil para assinatura do convênio e entrega do ofício referente ao repasse de  recursos ao município, de emenda parlamentar no valor de R$ 250 mil, do Deputado Federal Jorge Boeira (ainda do seu mandato de 2018).

Foto: Divulgação/PML
Entre as atribuições para utilização destes recursos destinados para custeio da atenção básica de saúde, está o direcionamento da verba para a causa animal, por ser área de saúde pública.

Estavam presentes também na reunião, a vereadora Nádia Tasso Lima (MDB), Kelin Crippa Speck, da causa animal, a Secretária de Pesca e Agricultura, Patrícia Paulino e a coordenadora da Gerência de Bem-Estar Animal, Soraia Wust.

Projeto de lei que proíbe aluguel de veículos: a novela continua

Ainda na sessão de ontem da Câmara de vereadores foi novamente à segunda votação o projeto de lei nº 009/19 de autoria do vereador Preto Crippa (PP), que proíbe a locação de veículos por parte da câmara e prefeitura.

Pois novamente houve um pedido de vistas, desta vez pelo vereador Rodrigo Moraes (PR).

A novela continua. Tá pior do que "O Direito de Nascer". É uma saga sem fim, de manjadas cenas e artimanhas políticas, de muitas catimbas pra matar no cansaço o autor do projeto e o eleitor, já saturado desse tipo de coisa.

terça-feira, 19 de março de 2019

Vereadores abrem CPI para apurar carnaval 2019

Em sessão da noite de hoje, os vereadores lagunenses aprovaram o Requerimento nº 119/19, que cria uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com o objetivo de apurar fatos determinados referentes ao carnaval 2019, tais como:

- Contrato e convênios firmados pelo município da Laguna para realização do carnaval 2019;
- Cessão dos espaços públicos para realização do carnaval 2019;
- Processo licitatório para contratação do trio elétrico para o carnaval 2019.
Cinco, dos 13 parlamentares assinaram a petição. Sendo eles os vereadores Cleosmar Fernandes - MDB, Valdomiro Barbosa de Andrade - MDB, Rhoomening de Souza Rodrigues - PSDB, Rogério Medeiros - PP e Thiago Alcides Duarte - MDB. 

Como vemos, três vereadores que assinaram a criação da CPI são do partido do prefeito, o MDB.

Causou estranheza a ausência de assinatura no documento do vereador Kléber Roberto (Kek) Lopes Rosa (PP). 
Logo ele que em sessões anteriores foi quem levantou toda a celeuma sobre o carnaval. Que fez o maior escarcéu no plenário, que falou mais que o homem da cobra.
Aliás, incoerência devidamente apontada na sessão por vários vereadores. 
O vereador Kek disse que não pediu CPI e não vai assiná-la porque é um ato político.

Ausências justificadas na sessão dos vereadores Adilson Paulino (PSD) e Rogério Medeiros (PP).

O presidente da Câmara, Cleosmar Fernandes, encaminhou o pedido à Assessoria Jurídica para emitir parecer.

Ainda durante a semana o presidente deve indicar os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito, que deve respeitar a proporcionalidade dos partidos. 
Alguns vereadores já se manifestaram pela não participação na Comissão.

Em sua justificativa, o requerimento diz que “a iniciativa decorre dos inúmeros questionamentos feitos pela população, bem como das inúmeras irregularidades aparentemente existentes e já discutidas no plenário da Câmara Municipal da Laguna”.

Contratos e convênios
Os vereadores querem saber dos contratos e convênios firmados e dizem que uma ampla investigação se faz necessária, diante da falta de informações e obscuridade nos contratos realizados.
Entre os processos licitatórios está a contratação do trio elétrico, assunto principal da última sessão da Câmara.

Cessão de espaços públicos
Os vereadores também questionam a cessão dos espaços públicos, dizendo que “Na maioria dos casos trata-se de eventos privados, onde não se tem nenhum conhecimento do processo licitatório realizado, indiscutivelmente há a necessidade de uma investigação mais aprofundada, para que assim, possamos verificar quais os procedimentos realmente foram adotados”.


Sayonara e Márcio comemoraram Bodas de Prata

No último sábado (16), o querido casal Sayonara Souza Costa e Márcio Costa comemorou sua Bodas de Prata, 25 anos de um feliz casamento.
Mestre de cerimônias foi o nosso queridíssimo Joel dos Reis.
Padre Agenor Pedroso, prestes a aniversariar em 4 de maio seus 84 anos foi quem celebrou a missa de bênção e renovação dos votos do casal. Padre Agenor atuou na Paróquia Santo Antônio dos Anjos em nossa cidade de 1969 a 1971. Foi, aliás, o mesmo sacerdote que há 25 anos conduziu a cerimônia de casamento dos dois e também batizou Sayonara.

A data especial foi devidamente comemorada primeiramente com uma missa na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no bairro Progresso.
Depois, familiares e convidados foram recepcionados no salão de festas Arena Recrear e contou na parte musical com o cantor Gean Pierre, que fez todo mundo dançar.

Convidados, lá estivemos para dar os nossos parabéns ao casal, que tinha motivos de sobra para comemorar esses anos de casamento que somam muitos momentos felizes, desafiadores e inesquecíveis.

Eis um lindo casal que construiu um lar repleto de amor e felicidades, educando os filhos para serem pessoas de caráter e bondade. 
Muitas, muitas felicidades, é o que desejamos do fundo do coração.

Confira alguns registros feitos pela fotógrafa Ingrid Leonardo, por mim via máquina do celular e também postados no facebook:

















Coluna #soacho de Elvis Palma estreou no Portal Agora Laguna

Desde a semana passada, e sempre às sextas-feiras, o fotógrafo Elvis Palma apresenta no Portal de notícias AgoraLaguna, um resumo dos principais acontecimentos de nossa cidade.
Elvis Palma, o repórter-fotográfico mais atento da cidade.
Diz Elvis: “Chego para somar ao Portal com o estilo que uso há muito tempo nas redes sociais, além das fotos, o leitor vai poder saber as entrelinhas da cidade”.

E conclui Palma: Os leitores estão convidados para acompanhar a coluna #soacho que vão curtir e compartilhar os acontecimentos e comentários sobre a cidade juliana”.
Longa vida a coluna do Elvis Palma no Portal Agora Laguna, que também conta com os dinâmicos profissionais da imprensa, Luiz Cláudio Abreu e André Luis.
Sucesso.

sábado, 16 de março de 2019

Vereador Cleosmar: “O carnaval da Laguna virou uma bagunça e tem que ser repensado”.

O presidente da Câmara da Laguna, vereador Cleosmar Fernandes (MDB), soltou o verbo na sessão da última terça-feira (12).
Questionando e desabafando sobre o atual carnaval lagunense, o vereador disse que “é um carnaval de farrapo, um carnaval bagunçado”.
"A Laguna virou um reduto de bagunça no carnaval, vale tudo pô!”
Entre outras coisas, também perguntou aos demais vereadores e ao público presentes:
-“Foi gasto quase 1 milhão de reais e o que sobrou para o cidadão lagunense? Nada. O carnaval tem que ser repensado”.

Confira o que disse o vereador:


“Sobre o carnaval lagunense, se formos fazer um cálculo, temos em torno de três mil e quinhentos leitos de hospedagem na Laguna, a 70 reais a diária, 100 reais a diária dá, em termos brutos, em torno de R$ 500 mil, considerando o sábado e domingo.
Pois foi gasto, gastaram praticamente 1 milhão de reais, o município, a prefeitura. Eu pergunto aos senhores, o que sobrou para Laguna? O que sobrou para o povo da Laguna? Querem que eu responda? Nada.

Um carnaval de farrapo, um carnaval bagunçado, quase 1 milhão na mão de gente incompetente para gastar nosso dinheiro. Gente inexperiente, nunca trabalharam na vida, hoje estão administrando 1 milhão. Acordam às 4 horas da tarde com a cara toda amassada e vão pra secretaria deles. Não vou citar nomes".

“Então o que sobrou pra sociedade?”
“1 milhão dá para asfaltar 1 quilômetro de ruas. Se for feito em lajota dá 2 quilômetros.
Então o que sobrou pra sociedade? O que sobrou pro cidadão comum? O que ele está comemorando agora?
Pagar 100 mil reais para um trio elétrico, o que a Laguna leva com isso?
Está na hora de repensar, botar os pés no chão e seguir os exemplos de outras cidades que não dão bola pro carnaval, e cada um brinca do jeito que pode, nós temos até uma Escola de Samba aqui, o Brinca Quem Pode, do jeito que pode”.

“Eu não posso tirar dinheiro do meu imposto pra diversão de gente que vem de qualquer canto pra fazer bagunça na cidade”.
“Agora nós bancarmos pessoas que entram na cidade, a pé, de ônibus, de mochila nas costas. Bancar quase 1 milhão na cidade, com as nossas dificuldades, para promover uma bagunça que está se tornando o nosso carnaval?
Carnaval foi na época que as Escolas de Samba desfilavam, todo mundo alugava suas casinhas, todo mundo ganhava dinheiro, hoje ninguém ganha mais dinheiro. Ganha dinheiro alguém que vende cerveja numa caixinha de isopor, num carrinho precário.

Então minha gente vamos repensar, vamos aproveitar esse momento difícil que a Laguna tá passando e repensar, não é mais momento de gastar mais dinheiro em carnaval.
Eu não posso tirar dinheiro do meu imposto pra diversão de gente que vem de qualquer canto pra fazer bagunça na cidade.

"Sou obrigado a engolir vândalos fazendo bagunça e baderna?" 
Eles alugam uma casa, 20 pessoas alugam uma casa e quando o dono vai lá conferir tem 40, tem 50 pessoas. Pegam um sofá da casa e jogam no meio da avenida e impedem que eu possa passar com meu carro, que vocês passem com seus carros. Ficam ali destruindo a casa completamente das pessoas, além de incomodar o vizinho que não tem nada com isso. Eu moro do lado da casa e não quero alugar a minha, o cara alugou a dele e eu não posso impedir, mas sou obrigado a engolir os vândalos que estão ali fazendo bagunça e baderna.

Então minha gente, está na hora de repensar isso aí, tem muita coisa errada, é bem verdade, tem que atacar vários pontos, mas esse é um ponto também importante que merece nossa consideração e nosso olhar”.

“A coisa está esculhambada”
“Eu gosto de carnaval, não sou contra, muito pelo contrário, sempre gostei da festa. Nasci no meio da Vila Isabel. Meus familiares sempre participaram, foram até fundadores de agremiações carnavalescas, como meu pai e avô, fundadores da Escola de Samba Vila Isabel.
Mas a coisa está esculhambada, a Laguna virou um reduto de bagunça no carnaval, vale tudo pô!”.

sexta-feira, 15 de março de 2019

Assinatura de ata não contou com a presença da vereadora da causa animal

Na tarde da última quinta-feira (14), foi assinada no gabinete do prefeito Mauro Candemil, a Ata de Registro de Preço para contratação de empresa especializada para realização de procedimento de esterilização cirúrgica e implantação de microchip em cães e gatos no município no valor de até R$ 159.300,00.
A empresa contratada foi a Amigo Bicho, localizada no bairro Mar Grosso.

 O principal benefício esperado, através da contratação de clínica veterinária, é o suporte à Gerência do Bem-Estar Animal no órgão da Secretaria de Pesca e Agricultura.
O objetivo é realizar castração e implantação de microchip em caninos e felinos, sendo estes animais errantes e de pessoas de baixa renda (previamente cadastradas), que recebam até dois salários mínimos.
As ações visam o controle das populações de cães e gatos, além de garantir o atendimento veterinário unicamente em casos emergenciais.

O que muitos estranharam foi a não presença da vereadora da causa animal, Nádia Tasso Lima à reunião, ela que é do mesmo partido do prefeito, o MDB.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Reforma administrativa na prefeitura?

Nos senadinhos da Laguna, comenta-se que o prefeito Candemil estaria elaborando uma reforma administrativa.
Alguns órgãos seriam fundidos, e outros  seriam fatiados em dois.
Vários vereadores vêm se manifestando na tribuna da Câmara pedindo um choque de gestão, inclusive com alterações de nomes no staff do prefeito.

Candemil em busca dos votos do PT?

Prefeito Candemil já disse a mais de um interlocutor que pensa em buscar sua reeleição.
Para isso o seu partido, o MDB pode se coligar aqui no município com o PT.
Para selar um acordo, o Partido dos Trabalhadores indicaria, em breve , alguns nomes ao primeiro e segundo escalão da prefeitura.

Coronel Jeffer Fernandes para prefeito?

Alguns amigos seus e políticos aqui da Laguna pensam seriamente no nome do coronel Jeffer Fernandes para concorrer à prefeitura da Laguna em 2020, ano que vem.

Fernandes foi comandante do 28º Batalhão de PM aqui de nossa cidade e atualmente ocupa o cargo de comandante da 8ª Região de Polícia Militar, em Tubarão, função que assumiu em dezembro do ano passado, quando de sua promoção.

Um excelente nome, sem dúvida, por toda sua formação profissional, trabalho e dinamismo. Mas para que tal aconteça o coronel Jeffer, atualmente com 50 anos, teria que passar para a reserva.
Vamos aguardar os acontecimentos.

Articulações políticas para o ano que vem

Pode parecer ao eleitor lagunense que tudo está quieto com vistas às eleições municipais de 2020, daqui a pouco, no ano que vem. Mas não é bem assim.
Nomes já estão sendo cogitados, articulações e coligações vêm sendo estudadas nos bastidores políticos. Muita reunião já está acontecendo por aí.


terça-feira, 12 de março de 2019

Câmara de vereadores: temperatura está fervendo

A temperatura nas últimas sessões da Câmara de Vereadores da Laguna está cada vez mais quente, principalmente quando os vereadores usam a tribuna.
Sobram críticas a atual gestão do prefeito Mauro Candemil, cobranças de procedimentos administrativos, pedidos de cabeças de assessores e até ameaças de criação de cpis.

Mas o que muita gente se pergunta é por que somente agora alguns vereadores passaram a criticar e questionar os inúmeros procedimentos da atual gestão? Antes, nesses dois anos passados, só elogiavam. Ou ficavam calados a tantos problemas. Ou será que eles não existiam?
Por que será hein?

Certamente porque as reclamações dos munícipes se avolumam e chegam primeiramente, e como não poderia deixar de ser, aos ouvidos dos seus representantes no Legislativo. 
É o tal ditado: Quem não se posicionar vai ficar para trás e perder votos.

Como os vereadores não são bobos nem nada e o menos tanso ali desenha uma vaca na parede e tira dois litros de leite, devem ter percebido a insatisfação do eleitorado com a atual gestão. Sentiram ao longe o cheiro de queimado.

Como as eleições acontecem no ano que vem, daqui a pouco, 18 meses,  os vereadores, é claro, já estão pensando em suas reeleições e tomando posições. 

Vereador Thiago pede vistas ao projeto que proíbe aluguel de veículos ao Executivo e Legislativo

Em sessão desta noite, quando da 2ª votação ao projeto de lei nº 009/19 de autoria do vereador Preto Crippa (PP), que proíbe o aluguel de veículos por parte do Executivo e Legislativo, o vereador Thiago Alcides Duarte (PMDB) pediu vistas ao projeto.

O pedido de vistas foi aprovado por unanimidade pelos presentes com voto contrário do autor do projeto. Vereadores Roberto Alves (PP) e Patrick Mattos (PP) estavam ausentes.

O vereador Thiago alegou que solicitou vistas porque não estava na sessão da primeira votação, que é contrário a ele e que “emendas acabaram comprometendo o projeto”.
Thiago também afirmou que pedia vistas porque “É mais prudente que ele seja regularizado”, já que não consta na emenda, por exemplo, veículos da secretaria de Assistência Social.

O vereador Preto Crippa, solicitou a palavra e disse que “é a segunda vez que apresenta esse projeto e indagou por que o mesmo não foi regulamentado até agora?”
Preto salientou também que não acredita que em uma semana se faça a regulamentação.

Essa é, caro leitor, mais uma novela lagunense que se arrasta, com inúmeros capítulos e reviravoltas, além da repetição de manjadas cenas e artimanhas políticas. 
Uma vergonha.

Laguna perde Munir Soares

Triste muito triste, principalmente para nós que convivíamos com ele.

Faleceu agora à tarde no Hospital SOS Cárdio em Florianópolis, onde estava internado há mais de um mês, o bancário aposentado do BB, decano do colunismo da imprensa de nossa cidade, Munir Soares de Souza, aos 85 anos, por complicações de uma pneumonia. 

Laguna perde, perdemos todos nós, principalmente a imprensa lagunense. Foi também jogador do Estudante F.C., que em 1954 foi campeão pela Liga Amadorista Lagunense (Lamal), do Barriga Verde F.C., disputando a posição de ponteiro esquerdo com Eutálio e do time de futebol de salão dos bancários. 
Foi criador e organizador de torneios infanto-juvenil de futebol de salão nas décadas de 70 e 80 nos sábados à tarde no Ginásio (Coberto) de Esportes Bertholdo Werner.
São mais de 40 anos publicando sua página “Comunidade”, em diversos jornais da Laguna e região, entre eles o Semanário de Notícias, Renovador, O Palanque, O Povo (Imbituba), Tribuna Lagunense, O Pharol, A Crítica, etc. Desde 2017 editava um Blog que leva seu nome. 

Seu estilo era peculiar, irreverente, com muito humor, abordando os assuntos cotidianos da nossa Laguna e sua gente, em todas as áreas. 

É uma constatação. Quem se propuser a escrever sobre a Laguna nos últimos 43 anos tem que passar necessariamente pelos seus escritos abordando nossa terra e seus personagens. 
O senadinho do Chedão nunca mais será o mesmo sem ele, com suas tiradas, piadas, memórias e sacadas irônicas. 

Sentimentos aos familiares em especial a dª Salete, filhos Brigitte, Hélder e Rosélis, netos e amigos.

PS: Velório será realizado a partir das 2h da manhã desta quarta-feira (13) na funerária Gomsan (ex-cine Roma) e sepultamento ocorrerá às  15  horas no cemitério da Irmandade do Santíssimo Sacramento e Santo Antônio dos Anjos.

Daqui a pouco maiores detalhes quanto ao horário de velório e local.