segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

No meio do caminho tem um poste

Rua Willy Strack, fundos do Ceal, bairro Campo de Fora, Laguna.
No meio da calçada recém-construída tem um poste, tem um poste no meio da calçada, cuja sinalização tátil de piso para deficiente visual não foi desviada.

Tem também bastante mato no meio-fio da rua. De todas as ruas.
Mas isso é outra história.

domingo, 20 de janeiro de 2019

Polícia Civil realiza campanha de prevenção ao desaparecimento de crianças

A Polícia Civil de Santa Catarina novamente está realizando nesta temporada de verão a edição da Campanha de Prevenção ao desaparecimento de crianças nas praias catarinenses.

Neste fim de semana, dias 19 e 20 de janeiro, uma delegacia móvel está percorrendo as praias da Laguna: Mar Grosso, Barra e Farol de Santa Marta.
Delegacia móvel dá apoio à campanha de prevenção ao desaparecimento de crianças. 
Fotos: Renato Carneiro do Amaral/Divulgação
O agente da Polícia Civil, Renato Carneiro do Amaral explica que a operação começou em 21 de dezembro do ano passado e finaliza em 11 de fevereiro próximo.

A campanha integra os trabalhos da Operação Veraneio e é feita alertando e conscientizando os pais e demais familiares sobre os perigos que a desatenção pode causar.
São distribuídos panfletos e pulseirinhas de identificação para crianças.
Em 2010, o dinâmico e esforçado Amaral fundou a ONG Criança Desaparecida, encampada logo a seguir pela Polícia Civil do estado, com uma base de dados de menores desaparecidos.

Desde que foi criada já ajudou a encontrar 160 crianças. Nos registros atuais do site constam 33 menores sumidos em solo catarinense, com seus nomes e fotos.
Para denúncias, ligue 181.

Por se tratar de uma ONG, o trabalho realizado por Renato é sem fins lucrativos.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Até quando? Vão esperar uma tragédia?

Qualquer chuvisco que caia sobre Laguna por alguns minutos alaga toda a cidade.
No centro, as tristes cenas vêm se repetindo, principalmente ao cair da tarde. Ruas e avenidas viram rios, principalmente a Gustavo Richard. E bem ao lado de um cais e da Lagoa Santo Antônio dos Anjos. Nos bairros não é diferente. Todo o sistema viário entra em colapso e há prejuízos para o comércio e indústria.
Fotos feitas nesta semana.
Por sorte - e graças a Deus - não caiu até agora um temporal daqueles, a exemplo do que aconteceu, infelizmente, em outras cidades nos últimos dias, como Criciúma, Nova Veneza e Blumenau.
No dizer dos mais antigos e conhecedores, o Cabo de Santa Marta, com seu magnetismo, tem desviado as tormentas da Laguna.
Mas fiquem certos: se cair um temporal que leve alguns minutos a mais, a Laguna vai ficar embaixo d’água e prédios e casas serão tomadas, principalmente o comércio no centro histórico. 
Até agora não se soube de pedidos de providências e reuniões em caráter de urgência com a prefeitura por parte de órgãos de classe, como Acil, CDL e Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista da Laguna, para resolver o problema do esgoto pluvial e seu escoamento.

Norma e Oswaldo: Bodas de cobre

Comemorando Bodas de Cobre, ou seja, 61 anos de um feliz casamento, meus eternos professores do Ceal e do CCL, os lagunenses Norma Netto e Oswaldo Bascherotto.
Residem na capital do estado, mas sempre que podem estão na Laguna, revendo familiares e os inúmeros amigos e curtindo seu apt. no Mar Grosso.
Ao casal o nosso abraço, os parabéns e que esse amor, apoio mútuo e cumplicidade ao longo de todos esses anos sejam exemplos às novas gerações.

No senadinho do Chedão

As sessões no senadinho do Chedão, aos sábados pela manhã, continuam animadas. A pauta é livre, a sede é muita, a fome é para depois. Entre um e outro, um petisco, que ninguém é de ferro.
O comparecimento dos membros do senadinho, todos viris, rígidos e fortes, é registrado em ata.
Diz o Edésio Joaquim, que esta semana alterou os estatutos. A partir de agora, com três faltas seguidas e injustificadas, o sujeito terá que pagar uma rodada pra turma. Sérgio Castro é contra a medida.

O problema é que o Edésio não publicou o edital da assembleia em jornal. Logo, a alteração não tá valendo. Questão de ordem, senhor presidente!

São sócios remidos do senadinho (sem direito a cancelamento do título): Roberto Righetto, Munir Soares e Nelson Gomes Mattos.
Leca Barzan, Júlio Knol e Nazil Bento Jr., já fizeram suas carteirinhas de sócios contribuintes.
Já Oscar Pinho, Sérgio Castro, Nem Chede, Ni Bunn e Carlos Augusto Baião da Rosa são sócios visitantes. Jairo Chede, evidentemente, é o ecônomo.

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Após comentário e fotos postadas neste Blog, Praça do Portal Turístico está sendo limpa

Depois que postei ontem aqui no Blog, comentário com fotos feitas por mim no último domingo (13), do matagal na Praça do Centro de Atendimento ao turista (Portal Turístico), à entrada da cidade, prefeitura da Laguna tomou providências. 
O post foi compartilhado nas redes sociais e deve ter chegado até Zeus, no Olimpo.

Através da empresa contratada Triangulo (R$ 142.500,00 mensais ou R$ 1.710.000,00 anual) operários amanheceram nesta terça-feira (15) capinando e limpando aquele logradouro. 

E teve secretário dizendo que as fotos que postei estavam desatualizadas. Se estavam, por que a limpeza exatamente hoje? 
Desatualizado está é ele com os problemas da cidade. 
Será que daqui pra frente teremos que bater fotos datadas?

Bom. Melhor assim. Que outros logradouros públicos, praças e vias recebam o serviço de limpeza. As fotos feitas hoje são de Elvis Palma:




segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O mato toma conta da Laguna

Não há uma rua, uma avenida, uma praça em que o mato não cresça robusto pela cidade, principalmente nesta época do ano.
E nem falo no matagal nos dois cemitérios do morro, conforme fotos postadas nas redes sociais.

Convenhamos gente: se o prefeito não cuida dos vivos que moram aqui embaixo vai cuidar dos mortos?

Olhem o estado em que se encontra a praça onde fica o Centro de Atendimento ao Turista (Portal Turístico) na entrada da cidade:

Belo cartão postal para os turistas que chegam naquele local e estacionam em busca de informações. Um morador me informou que está assim desde novembro do ano passado. Fiz as fotos no domingo à tarde.

É de afugentar qualquer mortal. Se no portal turístico o mato é assim, imagina no resto...

Só funciona assim, prefeito?

O que grande parte da população lagunense já parece ter percebido é que o atual gestor público em nossa cidade parece só funcionar na base da pressão, no empurrão das críticas em redes sociais. No popular diríamos: só pega no tranco.

Os problemas da cidade estão aí e muitos deles podem ser resolvidos meramente com vontade política. Mas não o são.

Basta ter olhos para ver e ouvidos para ouvir, mas ao que parece, nossas autoridades não circulam pela cidade, não observam, não conversam com moradores e populares.
Querem um exemplo? As faixas de segurança para pedestres estão quase todas apagadas.

Pois entrou a temporada de veraneio, passou o natal e o ano novo, já estamos em meados de janeiro e só agora, depois que o repórter fotográfico Elvis Palma postou nesta manhã fotos mostrando este problema no Mar Grosso e em outras vias da Laguna, foi que tomaram uma atitude.
Foto: Divulgação/PML
Hoje à tarde mesmo, na correria, rapidamente, pra já, depois de levar um pau nas redes sociais, operários da secretaria de obras (departamento de trânsito) estão pintando as faixas, acendendo o que está apagado.

Precisa ser assim, prefeito? Isso não é falta de planejamento? Isso não é má gestão? Diga lá prefeito, não há metas? Não há cronogramas a cumprir? Não há cobranças? 

E tem mais leitor. Eles não querem que se critique, que se mostre os problemas da cidade, acham que tudo está a mil maravilhas.

A gente entende. Ô!!! E como entende.

Quando alguém vem a público defender enfaticamente uma gestão e fazendo extensa publicidade deste mesmo governo, listando obras, babando ovos e valores e louvando algumas realizações, deveria antes de qualquer coisa avisar aos ouvintes de rádio, leitores de jornais, blogs e facebooks.

Avisar o quê, leitor?  Que por uma questão de princípios, de honestidade e de caráter, o sujeito só está defendendo e elogiando porque:

·        É parte interessada;
·        Está de olho numa boquinha para si ou para um familiar;
·        É membro do mesmo partido que governa;
·        É lhe proibido fazer o contrário;
·     Quer ganhar, manter e/ou cobrar uma continha de publicidade ou de serviços prestados;
·      É amigo, mulher, marido, filho, sobrinho, primo, sócio, ou afim de muitos que estão em cargos;
·  Tem um cargo de confiança, está mamando e vai muito bem, obrigado;
·        Quer continuar mamando.

Depois disso, pode falar, escrever e defender à vontade, com paixão, carinho e amor pop o seu querido e velho patrão.

Mas, pelos menos todos nós entenderemos os reais motivos.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Falecimento +

Sepultada na tarde desta sexta-feira (11), em nossa cidade, dª Nadir dos Santos, aos 90 anos. Estava internada há cerca de um ano em uma casa de repouso.

Há exatos 365 dias, nesta mesma data, seu filho mais velho João Batista Machado (o nadador João da Nadir, como era mais conhecido) faleceu.
O filho Antônio (Toninho) continua internado numa clínica em nosso município.
Descanse em paz, dª Nadir, moradora mais antiga da rua Fernando Machado (do Rincão), no centro.
 Em minha modesta opinião cumpriu condignamente sua tarefa de mãe, enfrentando todos os percalços da vida, ao lado dos seus. E o caminho foi árduo, sem dúvida, sabemos nós que conhecemos o martírio da família. 
Mas nunca a ouvi reclamar do destino, de seu carma e dos contratempos que teve que enfrentar, no processo evolutivo da vida.
Que Deus a receba em seus braços.

Ex-presidente e atual conselheiro fiscal fala sobre o Clube Blondin

Devido a alguns questionamentos de leitores, tendo em vista a reprodução em post anterior aqui no Blog, do edital  publicado no Jornal de Laguna para as eleições no Clube Blondin no próximo dia 28, entrei em contato com um dos conselheiros fiscais daquela sociedade, Cleosmar Fernandes visando dirimir algumas questões. 
Ressalto aos meus leitores que não sou nem nunca fui sócio do Clube Blondin.
A parte frontal do Clube Blondin atualmente.
Cleosmar já foi presidente do clube, eleito por aclamação, por ser o único candidato, em 15 de dezembro de 2005, conforme consta da Ata da Reunião Extraordinária realizada naquela data. Recebeu a presidência das mãos de Domingos Carvalho da Rosa, que, à ocasião, o convidou a se candidatar ao cargo, tornando-se, por sua vez, vice-presidente na nova diretoria.
Fernandes informou que a atual diretoria do Clube Blondin foi aclamada em Assembleia Ordinária realizada em 28 de janeiro de 2012 e ficou assim constituída:


Presidente: Rafael Duarte Fernandes
Vice-presidente: Alcene dos Santos
1º secretário: Mara Rúbia de Oliveira Fernandes Oliveira
2º secretário: Vânia Adélia Albino
1º tesoureiro: Dilmara Fernandes
Conselho Fiscal: Clésio Nilton de Oliveira e Cleosmar Fernandes.


1)  Onde será realizada a Assembleia no próximo dia 28 de janeiro, já que o Clube encontra-se fechado para reformas?

Cleosmar - Há um equivoco aí. O clube está fechado em sua parte frontal, mas a parte de trás, nos fundos, funciona normalmente, inclusive com uma quadra de futebol, salas, sanitários e um barzinho. O local foi recuperado com recursos particulares. 
Tendo em vista denúncia de um vizinho das imediações quanto ao som de um evento, tive à época, devido à fiscalização do corpo de bombeiros, que arcar sozinho com a instalação de equipamentos contra incêndio e alarmes no clube. 
Foi por meu intermédio e atendendo meu pedido que o  ex-prefeito Célio Antônio incluiu o Clube Blondin no PAC das Cidades Históricas e também graças ao empenho da chefe do Iphan, arquiteta Ana Paula Citadin, que em fins do ano passado saiu a tão sonhada verba para restauro e revitalização do clube. Foi uma luta de muitos anos e posso dizer sem falsa modéstia que fui o maior batalhador para que isso acontecesse. Onde estavam os sócios do clube nesse tempo?


2)  Qual o valor atual da mensalidade?

Cleosmar- O valor atual da mensalidade é de R$ 55,00, conforme decisão da diretoria.


3)  Quantos sócios estão pagando?

Cleosmar- Praticamente só os membros da diretoria, lembrando que para o sócio votar e participar em chapas, de acordo com o estatuto do clube, tem de estar em dia com a tesouraria. Para quitar seus débitos ou tirar qualquer dúvida, basta nos procurar. Ou entrar em contato pelo meu telefone (48) 99815-0004.


4)  Existe ainda nos quadros do Clube a categoria chamada sócio remido?

Cleosmar- De acordo com a ata da Reunião Extraordinária para Adequação do Estatuto do Clube, realizada em 2 de maio de 2011, foram suprimidas as categorias “sócio benemérito” e “sócio remido”, só existindo, desde então, as categorias “sócio contribuinte”, “sócio honorário” e “sócio transitório”. 
Aliás, deixa eu dizer uma coisa, onde estavam essas duas categorias quando estávamos lutando para reerguer o clube? Porque o clube estava completamente abandonado quando assumimos, tinha corrido todo mundo, a maioria dos sócios e ex-presidentes. Ninguém pagava mais mensalidades.

5)  Em 12 de março de 2015 foi publicado no Diário Oficial do Município o Decreto nº 4.295, de 24 de fevereiro de 2015, assinado pelo então prefeito Everaldo dos Santos, que declarava de utilidade pública para fins de desapropriação “por via amigável ou judicial”, o Clube Blondin. Este decreto foi revogado ou está valendo?
Cleosmar – Foi iniciado um processo junto à prefeitura para cancelamento desse decreto, só que tudo é muito demorado, até porque é só um decreto de interesse público, não é um decreto de desapropriação. Foi um decreto meramente político, pelo meu posicionamento político à época. 

6)  Já existe uma chapa à eleição? Fazes parte dela?
Cleosmar – Já existem alguns nomes, praticamente os mesmos da atual diretoria, com alteração de alguns. Sou atualmente do conselho fiscal, mas nessa chapa que se está montando eu não vou fazer parte, não vou estar em nenhum cargo, quero apenas acompanhar como sócio do clube.

***************

Execução da Obra de Restauração
Prédio frontal fechado. Os bons tempos voltarão ao Clube Blondin?
Lembrando, conforme já publicado aqui no Blog, que até o próximo dia 16 de janeiro acontece a entrega no escritório do Iphan de Florianópolis, das propostas das empresas para os serviços técnicos especializados visando a Execução da Obra de Restauração da histórica sede do Clube Blondin.
A obra está avaliada em R$ 1.496.736,71 (um milhão, quatrocentos e noventa e seis mil, setecentos e trinta e seis reais e setenta e um centavos). 
Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas (PAC-CH).

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Empresa fará limpeza e manutenção de praças e ruas na Laguna

Por meio de processo licitatório (pregão presencial - Licitação nº 042/2018) realizado pela Prefeitura da Laguna, a empresa Triangulo foi definida como a responsável pela execução de serviços de limpeza, manutenção e conservação de ruas, logradouros, praças, praias, faixas de areia e demais espaços públicos.
 De acordo com a prefeitura, os trabalhos serão iniciados nos próximos dias, o material e ferramentas serão disponibilizados pela empresa.
 O contrato com a empresa foi assinado nesta semana e a sua vigência é de 12 meses. A empresa foi contratada no valor total de R$ 1.710.000,00, ou seja, R$ 142.500,00 mensais.
Com esse valor é pra cidade ficar limpinha, limpinha.

Salete e Munir: 59 anos de um feliz casamento

A data de ontem, 9 de janeiro, assinalou os cinquenta e nove anos do feliz casamento de Salete Remor de Souza e Munir Soares de Souza.
Uma união baseada em muito amor, respeito, fé e cumplicidade, sentimentos já tão difíceis de se encontrar hoje em dia.
Juntos, juntinhos sempre, é um longo tempo na contagem da vida terrena. Mas parece que foi ontem, salienta o seu Munir.

Dia desses, num banco do jardim, de mãos dadas trocavam carinhos e palavras afetuosas, como ontem, como hoje, como sempre, eternamente.
Ano que vem, com as bênçãos de Deus, o querido casal comemorará sua união infinita, com as bodas de diamante.

Nossos parabéns e que esse amor seja sempre um espelho onde os casais das velhas e novas gerações busquem o exemplo para seus relacionamentos, superando todos os desafios.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Eleição para nova diretoria do Clube Blondin

Em edital com data de 3 janeiro último e publicado na edição do dia seguinte, 4, do Jornal de Laguna, a diretoria do Clube Blondin está convocando os associados, quites com a tesouraria, para a Assembleia Geral Ordinária a ser realizada na sede do Clube, no próximo dia 28 de janeiro de 2019, às 19h em primeira convocação com maioria ou às 19h30 em segunda convocação com qualquer número de sócios.
Na ORDEM DO DIA, eleição e posse da nova diretoria para o quadriênio 2019-2022.
Ainda de acordo com o Edital, fica estabelecido o prazo até dez dias antes, 18 de janeiro de 2019, para o registro de chapas.

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Dois artistas no palco da vida: Silvério e Thiago. "Se foi assim, assim será..."

"Minha vida era um palco iluminado
Eu vivia vestido de dourado
Palhaço das perdidas ilusões
Cheio dos guizos falsos da alegria
Andei cantando a minha fantasia
Entre as palmas febris dos corações."

Nesses primeiros dias do ano de 2019 promovo aqui no Blog uma singela homenagem a dois artistas lagunenses que muito fazem e representam à cultura de nossa cidade.

São eles Silvério Salvador de Jesus e Thiago Santiago, verdadeiros multiartistas que alegram gerações nos palcos teatrais, na música, nas letras, na imprensa e rádio, em contação de histórias ao público infantil, levando também muita emoção.


Silvério de Jesus
Silvério de Jesus, há alguns anos, no tradicional concurso de marchinhas, musa e boneca do Bloco da Pracinha.
Foto LagunainFoco/Divulgação
Silvério com sua eterna imitação do cantor Ney Matogrosso, dos Secos & Molhados, e seus personagens, marchinhas, musas e bonecas do Bloco da Pracinha. 
  


Colunista social de jornais da cidade, apresentador de programas no rádio, sem falar do célebre palhaço Pin-Pin, alegria da criançada, em várias gerações.

****

Thiago Santiago
Thiago Santiago em seu personagem Téspis, contador de histórias. Foto: Grupo Teatral Gemt
Thiago com os seus mais variados personagens no teatro Gemt. Principalmente o querido Téspis contador de histórias infantis, por ele criado. 


Thiago Santiago. Foto: Facebook
Além de ser jornalista, e também colunista em diversos jornais, escritor, criador do troféu O Pyrilampo.


******
Silvério e Thiago, dois tradicionais carnavalescos da Laguna, mentes criativas sempre em elaboração de textos, sonhos e fantasias.

"No palco, na praça, no circo, num banco de jardim
Correndo no escuro, pichado no muro
Você vai saber de mim
Mambembe, cigano
Debaixo da ponte
Cantando..."

Os dois atualmente com problemas de saúde, mas enfrentam os percalços da vida com determinação e coragem, graças ao bom Deus.
Bem por isso nos juntemos em preces pedindo nesses primeiros dias de um novo ano, muita luz, esperanças e uma breve recuperação para que eles dois continuem seus trabalhos e jornadas terrenas, trazendo alegria a todos nós.
E que, em nome da arte, da cultura, nunca sejam esquecidos, mas sempre valorizados  pelas autoridades ligadas à cultura e pela população lagunense.

"Poeta, palhaço, pirata, corisco, errante judeu
Cantando
Dormindo na estrada, no nada, no nada
E esse mundo é todo meu ..."

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Lixo sobre a calçada

Leitor indignado mandando fotos do lixo de um prédio na rua Aderson Pinho Remor (ex- São Joaquim), que vai em direção aos Molhes.
O lixo em grande parte é depositado sobre a calçada, atrapalhando pedestres e podendo provocar acidentes.
Cadê o código de posturas? Tá valendo tudo na Laguna?

Slogan de campanha para prefeito

Circulando nas redes sociais, na gozação, mas não muito, uma sugestão de slogan de campanha para as eleições municipais de 2020:


Hipocrisia

Enquanto o esgoto escorreu e inundou o Mar Grosso entre o natal e o fim de ano, houve hipócritas em suas páginas de facebook se incomodando e postando fotos de meia dúzia de cachorros que perambulam pelo bairro. São cachorros abandonados pelos ditos seres humanos racionais. Mas são animais vacinados e castrados por voluntárias da causa animal.

Sobre o mato, sobre a buraqueira, sobre o esgoto, sobre a merda que atinge suas ruas e até a frente de seus prédios e casas, sobre a fedentina que respiram suas grandes narinas cabeludas, sobre a poluição, sobre a agressão à natureza, em verdadeiro crime ambiental contra a fauna das dunas, esses hipócritas não escrevem uma linha sequer, um mísero protesto.

Deve ser porque terão que criticar certas “otoridades”, ou certos amiguinhos de juventude e aí sabem que o buraco é mais embaixo. 
E o medo de represálias? De cara feia? E os interesses?
Bem por isso é mais cômodo e tranquilo malhar bicho, porque não pode retrucar, reclamar ou perseguir.
Hipócritas.

sábado, 5 de janeiro de 2019

Engenheiro desabafa sobre os problemas do esgoto no Mar Grosso

O lagunense, engenheiro sanitarista André Labanowski é reconhecidamente um dos melhores profissionais em sua área de formação. Foi funcionário graduado da Casan em Florianópolis, onde se aposentou. Pelos seus vastos conhecimentos e experiência é constantemente contratado para elaboração de projetos sanitário-ambientais em empresas e prefeituras do Brasil.
Engenheiro André Labanowski.
É dele o projeto do emissário submarino (Bacia A) instalado na Praia do Mar Grosso, na Laguna, em 1988, no último ano da gestão do governo João Gualberto Pereira/Rogério Wendhausen. 
O engenheiro elaborou o projeto e gratuitamente o entregou ao município. 

Sobre o esgoto sanitário do Mar Grosso, que conhece em detalhes, o engenheiro explicou a este Blog como funciona todo o sistema atual. (ver post anterior).

Ele diz que um dos maiores problemas no sistema de esgoto daquele bairro, foi o aumento do gabarito e que alertou ao atual prefeito sobre isso no começo de 2017. 
Afirma -atenção- que a rede da avenida senador Galotti está no limite e que dentro de 1 ou 2 anos o esgoto transbordará por toda a avenida. 

Um documento listando 30 problemas no bairro será entregue ao Ministério Público de Santa Catarina na semana que vem, pela Associação dos Moradores do Mar Grosso, finalizou Labanowski.

O engenheiro Labanowski desabafa: "Culpo exclusivamente o prefeito".

“Nos últimos 40 anos foi a pior virada de ano na Laguna do ponto de vista sanitário e ambiental.
O projeto da Bacia A, de 1988, de minha autoria, previa o máximo de 4 andares e a prefeitura foi aumentando para 6, 8, 10, 12 e 15 andares.
Posso assegurar que toda a rede da avenida senador Galotti está no limite e daqui a 1 ou 2 anos extravasará em toda a avenida. Há necessidade de rede nova. Só a mudança do recalque para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) não resolve.
Assim sendo, culpo exclusivamente o prefeito Mauro por não ter freado o gabarito do Plano Diretor, conforme minha recomendação no dia 2 de janeiro de 2017.
Outros 30 problemas na próxima semana serão encaminhados ao Ministério Público de Santa Catarina, pela Associação dos Moradores do Mar Grosso e divulgados em jornais, rádios e emissoras de televisão”.

Como funciona o emissário submarino no Mar Grosso

O engenheiro André Labanowski, que foi quem o criou em 1988, explica para o Blog como funciona o Emissário Submarino instalado no Mar Grosso, e que entupiu há mais de trinta dias:

O esgoto das residências (casas e prédios) e estabelecimentos comerciais que ficam entre as praças do Vila e Francisco Pinho (Iró), no Mar Grosso, seguem por tubulações subterrâneas até a estação elevatória (Praça em frente ao Hotel Renascença), onde o esgoto passa por um gradeamento, um tipo de condicionamento prévio, que retém sólidos maiores, mas não evita que pequenos objetos passem.
Chaminé de equilíbrio do emissário submarino no Mar Grosso. Foto: PML/Divulgação.
Dali o esgoto é bombeado para a Chaminé de Equilíbrio, construída na orla da praia, próximo ao posto salva-vidas 3. Com 11 metros de altura, ela serve para impedir a entrada de ar na tubulação e dar pressão para o esgoto ser despejado pelo emissário submarino a 12 metros de profundidade e 1,5 mil metros mar adentro.
A tubulação tem 280 milímetros de diâmetro, é feita com polietileno de alta densidade e possui vazão de 40 litros por segundo.

“Na época exigia-se somente isso, atualmente o esgoto deve passar por três processos de limpeza", esclarece o engenheiro Labanowski.

Ação civil pública definiu pela desativação do emissário
Quase trinta anos depois, a falta de licença ambiental do emissário foi questionada numa ação civil pública instaurada pelo Ministério Público de Santa Catarina em 2017 e após estudos específicos realizados por uma empresa contratada pela Casan, foi definida a sua desativação.

As obras de desativação do emissário, previstas para novembro de 2018, tiveram problemas na licitação.
Agora a empresa já está apta e deve começar as obras neste mês de janeiro e no prazo máximo de cinco meses a empresa vencedora da licitação deve concluir a instalação da rede conforme informou à imprensa Giovani Pickler, chefe da Casan na Laguna.

Uma nova tubulação será construída redirecionando o esgoto da Bacia A do Mar Grosso, atualmente despejada no emissário submarino, para a estação de tratamento na Vila Vitória. Feito isso, o emissário será desativado.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Mar Grosso está próprio para banho, diz relatório do IMA publicado hoje

Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou na tarde desta sexta-feira (4), o Relatório nº 5, com os resultados da balneabilidade das praias de Santa Catarina.
A coleta foi feita ontem, dia 3.
A única praia imprópria para banho na Laguna, conforme o documento, é a Prainha do Farol, na entrada da praia.

Já a Praia do Mar Grosso, mesmo com o entupimento do emissário submarino por vários dias, com o esgoto escorrendo pelas ruas e espalhando-se na areia, foi considerada própria e em condições de banho, em seu ponto 3, em frente justamente ao mal fadado emissário submarino.
Pois é.