sexta-feira, 26 de junho de 2015

Prefeitura da Laguna quer tomar empréstimos de quase R$ 17 milhões

Outro assunto que tomou conta do plenário, suscitando amplos debates acalorados entre os edis, foram duas solicitações do Executivo, visando aprovação dos vereadores para a prefeitura da Laguna contrair dois empréstimos.

O Executivo lagunense quer tomar um empréstimo ao Badesc no valor de R$ 5 milhões para pavimentação da estrada do Ribeirão a Madre; e outro empréstimo ao Bndes no valor de R$ 11,9 milhões, este último tendo como justificativa a informatização da prefeitura, o conhecido georeferenciamento.

São quase R$ 17 milhões no total. É muito dinheiro, convenhamos, que terá que ser quitado com arrecadações.
Mas que arrecadações? Nesse momento de crise em que vive o país? Em que o próprio Executivo lagunense suspendeu pagamentos a fornecedores e novas contratações por 4 meses? Que cargos estão sendo extintos e exonerações sendo feitas (apesar de dezenas já terem retornado ou nem terem saído)? Que não há dinheiro para quase nada? Que aluguéis de imóveis estão atrasados?

O pedido para empréstimo de R$ 5 milhões ao Badesc já foi aprovado em primeira votação semana passada. Com votos contrários dos vereadores Andrey Pestana de Farias (PSD), Zezinho Siqueira (PT) e Eduardo Nacif Carneiro (PP).

Quanto à solicitação de empréstimo junto ao Bndes no valor de R$ 11,9 milhões, há vereadores que questionam o alto valor solicitado.
Na sessão da quarta-feira última, vereador Irã Floriano Ramos (PMDB) pediu vistas. Deve ir em primeira votação semana que vem.

Será aprovada?

Um comentário:

  1. Alguém acha que aí pode ser aplicado o "devo não nego,pago quando puder"?

    ResponderExcluir