quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Passarela do carnaval II

Fiz esta foto com minha Kodak Instamatic 54X, em fins da década de 70, ali pelo ano de 78,79, não lembro bem. A bobina colorida da Kodak saía tão caro... assim como a revelação também.
Posicionei-me defronte ao Clube Congresso. Passava vinte minutos do meio-dia, como assinala o relógio da matriz.

Já não havia mais o tablado, a chamada passarela em madeira, como se pode observar. À direita, defronte ao Banco do Brasil, o palanque reservado às autoridades e jurados.
As arquibancadas metálicas para o público estavam lá. Uma novidade. No meio delas e também à direita, no fundo da foto, as cabines para as duas rádios, Difusora e Garibaldi. Sem falar na ornamentação da rua Jerônimo Coelho em caixas de madeira forradas de plástico com desenhos, dependuradas em fios de arame. E os simplórios holofotes instalados em postes de eucalipto.

A gente era pobre mas era limpinho, sabe?

3 comentários:

  1. Nossa Valmir! Que lembrança boa!

    ResponderExcluir
  2. Uma viagem no tempo, né Rita? Saudade de tudo aquilo...

    ResponderExcluir
  3. Maravilha, Valmir !!! Abraço da Fátima Barreto

    ResponderExcluir