terça-feira, 22 de novembro de 2016

Educadora lagunense é homenageada com Diploma Mérito Educacional

A educadora Amélia Baumgarten Baião recebeu nesta terça-feira, 22, em Sessão Plenária, o Diploma Mérito Educacional como símbolo de reconhecimento dos membros do Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina (CEE/SC) pelo trabalho relacionado à Educação catarinense.
O Diploma Mérito Educacional é um símbolo de reconhecimento dos membros 
do Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina, entre eles o lagunense
Maurício Fernandes Pereira. Fotos: Divulgação


A educadora considera sua trajetória profissional, extremamente gratificante, pelo fato de ter convivido com o ser humano, poder amá-lo e respeitá-lo, descobri-lo, nas suas mais significativas questões. Durante esses anos, alimenta a certeza que recebeu muito mais do que doou e, aprendeu muito mais do que ensinou.

O conselheiro Maurício Fernandes Pereira, responsável pela
indicação, com a homenageada.
Em discurso de agradecimento, comentou as atuais mudanças na educação do Brasil e afirmou: “Enquanto não houver uma rigorosa Política Pública de Planejamento Familiar, continuarão as desigualdades sociais e culturais, em detrimento de um país, com grandes pensadores em educação e potencial humano. O importante é continuarmos tentando sempre até o dia em que viveremos o verdadeiro triunfo da educação brasileira”, enfatizou.

Sobre Amélia Baião
Amélia Baião tem 81 anos e começou sua vida escolar no Grupo Escolar Jerônimo Coelho, onde fez o primário, concluiu o curso ginasial e escola normal no Ginásio Lagunense e o ensino superior em Pedagogia com especialização em Orientação Educacional, pela Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL.
Posteriormente, coordenou e concluiu o curso de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC. Frequentou diversos cursos de especialização como Orientação Vocacional, Análise Transacional, Educação Sexual na Escola, Psico-pedagogia, Prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e outros.

As atividades profissionais iniciaram-se como professora primária, depois secundária e Orientadora Educacional, aliás, sendo precursora nesta última, em Laguna.
Fonte: Akbhar Campos – Ascom CEE

Um comentário:

  1. Francisco Zanella Nunes23 de novembro de 2016 09:57

    Parabéns à " dona Amelinha, pois foi assim, na época de infância e juventude que à tratávamos com todo o devido respeito. Merecido.

    ResponderExcluir